• Jornal Esporte e Saúde

Corrida da Apae pede combate ao preconceito


A corrida da Apae foi realizada na manhã deste domingo (5), na Praia dos Cavaleiros


A primeira Corrida da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), de Macaé, aconteceu neste domingo (5), na Praia dos Cavaleiros, e contou com as participações do prefeito, Welberth Rezende, e da primeira-dama, Quelen Rezende, que fizeram todo o percurso de cinco quilômetros da corrida. O evento marcou o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência e foi uma forma de chamar a atenção da sociedade para fazer a sua parte no combate ao preconceito e reconhecer a importância do trabalho desenvolvido pela Apae.



O slogan “Apaexonados por Corrida” mostrou o sentido do evento que contou, ainda, com uma caminhada de três quilômetros e a Corrida Kids e Adaptada em um percurso de 100 metros para a inclusão das crianças assistidas pela Apae. Lucas Rezende, 10 anos, filho do prefeito, participou.



“Cada corrida tem a sua importância e emoção. Esta, além da questão da saúde e do bem-estar, foi fundamental para unir as pessoas por uma causa tão importante, especialmente, neste momento pós-pandemia, sendo uma ocasião para as famílias estarem juntas ”, destacou o prefeito.



A coordenadora pedagógica da Apae Macaé, Luciana Thomaz, disse que foram inscritas 500 pessoas e todos os participantes receberam medalhas. O prefeito e os secretários de Esporte, Marvel Maillet, e de Cultura, Leandro Mussi, entregaram, respectivamente, a premiação aos primeiro, segundo e terceiro colocados na categoria geral da corrida.



“Esta foi a primeira. A partir de agora, realizaremos a corrida uma vez por ano, sempre nesta data, para que as pessoas participem e entendam que somos todos iguais”, disse Luciana. Ela destacou que a população precisa conhecer o trabalho da Apae que oferece às pessoas com deficiência terapia ocupacional, psicólogo, assistente social, psicopedagogo, Educação Física, apoio psicomotriz e outras atividades.



Durante a corrida, uma dessas atividades ganhou destaque: a roda de capoeira com o professor André Conceição de Carvalho, reunindo crianças, adultos e idosos na apresentação. “Mostramos o quanto nossas crianças atendidas na Apae têm potencial e como a capoeira contribui para o trabalho que é feito com elas”, enfatizou o professor.



Com o sol forte, tendas foram armadas para apoio no local e, o tempo todo, tinham água e frutas como banana, maçã e melancia para os participantes e o público. Agentes da Secretaria Municipal de Mobilidade organizaram o trânsito no local durante o evento.



* Jornalista: Elis Regina Nuffer / Fotos: Bruno Campos.

Prefeitura de Macaé\Secretaria de Comunicação Social\Coordnadoria de Jornalismo.


Patrocinado:









4 visualizações0 comentário