• Jornal Esporte e Saúde

Ceni lamenta estado do gramado em derrota do Flamengo

'Em condições normais, tinha muita chance de vencer'


Técnico disse que o time teve que tentar mudar sua principal característica diante do Juventude e também criticou a atuação da arbitragem


Prejudicado pela condição do gramado do Alfredo Jaconi, o Flamengo não conseguiu impor seu estilo de jogo e foi derrotado pelo Juventude por 1 a 0, na manhã deste domingo. Em coletiva de imprensa após a partida, o técnico Rogério Ceni citou justamente o estado do campo para explicar a derrota rubro-negra. Para ele, em um cenário mais favorável, o Fla tinha muita chance de vencer.


Rogério Ceni durante a partida contra o Juventude (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

Foto: Lance!


- Nós viemos jogar em um campo em que foi trocado o gramado há pouco tempo e oferecia boas condições. Infelizmente, desde ontem chove aqui em Caxias e o campo prendia muito a bola. Nossa característica de manter a posse de bola foi muito prejudicada. Tivemos que mudá-la dentro do primeiro tempo porque o gramado não permitia um toque de bola padrão, em função da água. Tanto que o gol que a gente sofre é em uma bola que para na água e o jogador acerta um chute de fora da área. Em condições normais, era um jogo que você tinha muita chance de vencer e manter o controle. Tivemos que nos adaptar e infelizmente erramos em uma falta de entender que era uma bola arriscada.

Técnico disse que o time teve que tentar mudar sua principal característica diante do Juventude e também criticou a atuação da arbitragem


Rogério Ceni também reclamou da atuação do árbitro Thiago Luis Scarascat, da Federação Paulista de Futebol. Para o treinador, o juiz adotou uma postura de parar o jogo, que prejudicou ainda mais o decorrer da partida para o Flamengo.


- Acho que o gramado prejudicou muito e arbitragem também aproveitou, segurou o jogo. A partida fica muito parada, muito tempo para trocas, discussões dentro de campo. Já estava difícil do jogo andar sem o árbitro interferir. Com ele parando demais, o jogo vai ficando muito cadenciado. Mesmo assim, tivemos três ou quatro boas chances no início do segundo tempo para fazer e botar mais pressão. O jogo se resume a um campo que infelizmente não deu para ter um padrão de jogo.


O Flamengo volta a campo na próxima quinta-feira, às 20h (de Brasília), para enfrentar o Cuiabá, fora de casa, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. Atualmente a equipe tem nove pontos e ocupa a nona posição da tabela.


* https://www.terra.com.br/esportes/LANCE!


2 visualizações0 comentário