top of page
  • Foto do escritorJornal Esporte e Saúde

Usar celular no banheiro pode causar hemorroidas e dor de barriga; entenda

Gastroenterologista explica porquê não é saudável prolongar a ida ao banheiro com distrações no celular


Distrações no celular, como jogos, podem prolongar a "estadia" no vaso sanitário Foto: José Patrício/Estadão / Estadão


Sejamos francos: muitas pessoas usam dispositivos móveis - principalmente celulares, mas também consoles como o Nintendo Switch e o Steam Deck - enquanto estão no banheiro. Aliás, há uma boa chance de você estar lendo este texto sentado no vaso sanitário.


Para nossa surpresa, foram realizadas algumas pesquisas a respeito do tema. Em uma delas, conduzida pelo provedor NordVPN no início deste ano, 65% dos entrevistados (dos 9,8 mil adultos entrevistados) disseram que usavam seus celulares no banheiro. Mas também parece uma verdade anedótica. O hábito não é novo. Há décadas as pessoas deixam livros e revistas perto do trono de porcelana. Com dispositivos cada vez menores e mais portáteis em nossos bolsos, parece intuitivo que recorramos a eles em um momento de silêncio.


"Olha, existem dois tipos de pessoas no mundo", disse Nir Eyal, autor e palestrante que escreve sobre hábitos, foco e comportamento humano. "Aquelas que dão uma olhada no celular quando estão no banheiro e as que mentem dizendo que não fazem isso."


A prática costuma ser mantida atrás das portas trancadas dos banheiros e, por educação, não é mencionada. Mas, em outubro, houve uma reviravolta provocada com o lançamento de "Marvel Snap", um novo jogo de cartas colecionáveis digitais que está disponível em telefones e tablets.


"Marvel Snap é o melhor jogo para se jogar no banheiro atualmente", tuitou o famoso streamer e criador de conteúdo Saqib "Lirik" Zahid para seus quase 650 mil seguidores.


"Odeio Marvel Snap, o assento do meu vaso sanitário também", alardeava uma manchete no site de videogame VG247. E embora o ataque de sinceridade talvez não interesse aos leitores deste texto, sinto-me obrigado a dizer: também jogo "Marvel Snap" no banheiro.


O que me levou à pergunta: é saudável ficar sentado no vaso sanitário de olho no celular? Fui atrás de uma gastroenterologista para conseguir respostas. "Normalmente, você não vai querer gastar mais do que cerca de dez minutos", disse Roshini Raj, gastroenterologista do hospital universitário NYU Langone e autora de "Gut Renovation" (Renovação Intestinal, em tradução livre), um livro que aborda a saúde digestiva.


Embora Roshini reconheça - como acontece com muitas coisas na medicina - que não existe uma resposta única, ela apontou três possíveis pontos problemáticos para aqueles que estão apreensivos com o tema.


'No trono'


Primeiro, sentar-se por períodos prolongados de tempo às vezes pode levar a hemorroidas - veias inchadas e doloridas na região anal. Parte disso tem a ver com o design específico do vaso sanitário.


"Tem um buraco no meio dele", disse Roshini. "E, por isso, a região do ânus e do reto ficam um pouco mais para baixo do que a parte do seu corpo apoiada no assento - suas coxas. Só por essa posição, a gravidade faz com que tudo fique um pouco penso, e isso provoca pressão nas veias. Portanto, mesmo sem fazer força, se você fica sentado ali pensando, ou fazendo qualquer outra coisa, há alguma pressão sobre essas veias."


Movimento


De forma mais sutil, também há o risco de seu corpo começar a ignorar os próprios sinais. Peristaltismo é o nome dado às contrações contínuas que movem as fezes do intestino para o reto. Porém, ficar sentado no vaso durante longos períodos de tempo sem fazer nada pode prejudicar esse processo.


"Se você fica sentado durante muito tempo apenas sentado ali, esse tipo de processo realmente para", disse Roshini. "Seu corpo pode começar a não reconhecer esses sinais também, então isso pode levar à constipação, caso você fique sentado no vaso durante períodos longos sem estar defecando de verdade." Esse risco, observou Roshini, costuma ser mais um dos vários fatores em problemas como constipação, e não a causa principal.


Bactérias


Depois tem o fator mais óbvio: banheiros podem ser nojentos. Pesquisas mostram que o acionamento da descarga pode liberar patógenos no ar, espalhando-os para superfícies próximas. Isso pode incluir o seu celular, caso você o deixe perto da pia, por exemplo. Mas, além das bactérias dispersas em aerossol, existem os riscos decorrentes da boa e velha má higiene.


"Vejo muitas pessoas que sofrem com intoxicação alimentar ou se contaminam de outras maneiras por não terem bons hábitos de higiene quando vão ao banheiro", disse Roshini. Se você está jogando videogame ou usando o celular enquanto está no banheiro, provavelmente está tocando em muitas coisas que talvez não desejasse ter em seu dispositivo. "De modo geral, acho que se você está sentado no vaso, defecando ou tentando fazer isso, não deveria estar tocando com os dedos em qualquer outra coisa."


Se você fica ali dentro do limite de tempo saudável e - principalmente - mantém uma boa higiene pessoal, seu comportamento talvez não precise mudar. Mas, caso queira mudar, existem alguns modos simples de fazer isso.


Para começar, não atribua um peso moral a ficar tempo demais no vaso, advertiu Eyal, o autor e palestrante. Ficar remoendo sobre o comportamento pode ser "mais prejudicial para a nossa saúde mental do que a prática em si", disse ele. Apenas esteja consciente de seu comportamento, estabelecendo planos para o que faz em determinados cenários.


"Não há nada de errado em levar o celular para o banheiro por alguns minutos, fazer o que for ali e depois ir embora", disse Eyal. "Mas se você disser: 'Ah, meu plano era passar um tempo com meus filhos, porém acabei ficando meia hora no banheiro vendo o TikTok ou o Instagram', bem, nesse caso você está distraído, porque planejava fazer algo e agora não está fazendo. Então, esse é o meu melhor conselho: saiba o que você quer fazer com o seu tempo para conseguir estabelecer como prioridade fazer tal coisa em vez de desperdiçá-lo no banheiro."


Também é importante lembrar: celulares e outros dispositivos móveis não são necessariamente vilões, nem formas de distração invencíveis. Caso esteja perdendo a noção do tempo constantemente, preste atenção aos fatores de estresse em sua vida e em como está se sentindo no geral.


"Noventa por cento das vezes em que nos distraímos, sobretudo com nossos celulares, é por causa do que está acontecendo internamente", disse Eyal. "Tédio, solidão, fadiga, insegurança, estresse, ansiedade. Esses sentimentos nos levam a buscar uma fuga da nossa realidade. Portanto, uma das coisas importantes a se fazer diante disso, assim como no caso de qualquer distração, é perguntar a si mesmo: do que estou fugindo quando fico no banheiro durante 30 minutos? Que sentimento estou tentando não sentir ficando esse tempo com meu telefone [?] (...) São meus filhos que estão me tirando do sério? O trabalho está pesado demais? Será que estou entediado, apático, estressado, e agora consigo afastar minha mente desses problemas?"


"O fato é que, se não lidarmos com isso, se não soubermos como lidar com isso de forma saudável, acho que sempre vamos encontrar uma distração."


Por isso, lembre-se: reflita sobre como você está gastando seu tempo e lave as mãos. E se estiver jogando "Marvel Snap", não dispute mais do que duas partidas, caso esteja fazendo o número dois./TRADUÇÃO DE ROMINA CÁCIA


* https://www.terra.com.br/Mikhail Klimentow


Divulgação:



Macaé - RJ



Hoje tem tardezinha de SAMBA no Ócio.

Regional do Biguá no comando.

15horas

Maca- - RJ



ELETRICA & HIDRAULICA / Macaé - RJ



5 visualizações0 comentário

Commentaires


bottom of page