• Jornal Esporte e Saúde

Botafogo empata com Juventude no Nilton Santos

Com pênalti no fim da partida, time carioca fica no 1 a 1 com a equipe gaúcha e ainda não sabe o que é vencer em casa no nacional


Diego Gonçalves fez de pênalti o gol do Botafogo na partida (Foto: LancePress!) Foto: Lance!


Com Jorge Jesus nas arquibancadas e com grande festa dos torcedores, o Botafogo ficou no empate por 1 a 1 com o Juventude, na tarde deste domingo, 1, no estádio Nilton Santos, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado volta a frustrar o clube carioca, que sonha em engrenar na competição.


Com o resultado, o Botafogo segue no meio da tabela, com apenas cinco pontos, melhor ainda do que o Juventude, que continua sem vencer no Brasileirão. O time de Caxias do Sul tem dois pontos, dentro da zona de rebaixamento.


A torcida do Botafogo fez uma linda festa antes da bola rolar e incentivou os jogadores a partirem para cima assim que o duelo começou. Com mais posse, o clube carioca foi criando boas oportunidades, a primeira em um arremate de fora da área de Patrick de Paula. A bola desviou e saiu para escanteio. Chay foi outro a tentar, mas o chute foi para fora.


O Juventude demorou para se encontrar dentro da partida e teve a primeira oportunidade apenas aos 28 minutos. Jadson puxou contra-ataque e tocou para Capixaba. O atacante jogou por cima. O camisa 7 incomodou, principalmente pelo lado esquerdo, dando dor de cabeça a Saravia. No entanto, as equipes não conseguiram tirar o 0 a 0 do placar.


O segundo tempo foi mais parelho. O Botafogo sofreu para conseguir infiltrar na marcação do Juventude. Aos 16 minutos, Gustavo Sauer arriscou de longe e exigiu boa defesa de César. Mas a resposta do Juventude foi mais eficaz. Aos 17, em bela trama de contra-ataque, Parede achou Pitta na entrada da área. Ele driblou Philipe Sampaio e chutou rasteiro para fazer 1 a 0.


O Botafogo, no entanto, teve força para reagir e buscou o empate. Matheus Nascimento arriscou e viu a bola bater no braço de Paulo Miranda, pênalti. Diego Gonçalves foi para a cobrança e fez 1 a 1. O time carioca, empurrado por sua torcida, foi com tudo para o ataque, mas o sonho da virada, na cabeça de Philipe Sampaio, passou muito perto da trave.


Na próxima rodada, o Botafogo enfrenta o Flamengo no domingo, às 11h, no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ). No mesmo dia, às 19h, o Juventude recebe o Inter, no Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS).


FICHA TÉCNICA


BOTAFOGO 1 X 1 JUVENTUDE


BOTAFOGO - Gatito Fernández; Saravia, Philipe Sampaio, Víctor Cuesta e Daniel Borges; Luís Oyama, Patrick de Paula (Tchê Tchê) e Chay (Matheus Nascimento); Gustavo Sauer (Diego Gonçalves), Erison (Vinícius Lopes) e Victor Sá. Técnico: Luis Castro.


JUVENTUDE - César; Rodrigo Soares (Rômulo), Paulo Miranda, Rafael Forster e William Matheus; Yuri Lima, Jadson e Marlon (Chico); Paulinho Moccelin (Guilherme Parede), Pitta (Vitor Gabriel) e Capixaba (Jean). Técnico: Eduardo Baptista.


GOLS - Pitta, aos 17, e Digo Gonçalves, aos 37 minutos do segundo tempo.


ÁRBITRO - Braulio da Silva Machado (SC)


CARTÕES AMARELOS - Philipe Sampaio e Victor Sá (Botafogo); Marlon, Paulinho Moccelin, Pitta e Rodrigo Soares (Juventude).


RENDA - R$ 1.201.275,00


PÚBLICO - 34.734 torcedores


LOCAL - Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)


* https://www.terra.com.br/esportes/

2 visualizações0 comentário