• Jornal Esporte e Saúde

A alegria marca o encerramento do Curso Universidade da Maturidade



Os formandos da quarta turma do Curso de Extensão Universidade da Maturidade da Faculdade Salesiana Maria Auxiliadora – FSMA - promoveram uma verdadeira celebração da vida na cerimônia de encerramento e entrega de certificados.


O coordenador de Pesquisa e Extensão da FSMA, Hans Schmidt, abriu o evento agradecendo a todos os envolvidos no projeto e passando a palavra para a diretora geral, Ir. Carmelita Agrizzi. “É um orgulho, uma alegria muito grande ter vocês aqui. Esta noite foi uma expressão de vida e de graça. Uma noite única e verdadeiramente feliz. Ai de nós sem vocês. Como vocês cresceram e como nós crescemos com vocês. Essa feliz ideia que começou em 2017 nos orgulha muito. Onde eu vou, falo da Universidade da Maturidade, pois é um projeto que nos emociona. Muito obrigada a todos”, ressaltou.


As professoras de música e de dança, Ana Lúcia Santos e Katiane Lopes, ressaltaram a alegria de trabalhar com a maturidade. Na ocasião, os formandos apresentaram as canções como “Samba de uma nota só” (Tom Jobim) com a flauta doce, “Suíte do Pescador” (Dorival Caymmi) e “Eu sei que vou te amar” (Tom Jobim), além de um número de dança composto por um pout-pourri de quadrilha e canções dos anos 1950 e 1960.


“É tão bom nos juntarmos aqui e pensar na beleza e na leveza da vida em meio a tantas feiuras que temos visto pelo mundo. A possibilidade de resgatar a arte e de nos resgatamos é também um ato de resistência. Obrigada aos professores e a todos os alunos”, disse o coordenador do Curso de Extensão Universidade da Maturidade e coordenador do Curso de Psicologia da FSMA, Marcello Santos.


A aluna Maria Chaves da Silveira Costa fez um discurso emocionante dirigido às famílias, professores, coordenadores e funcionários da Salesiana. “Quando vocês planejaram este curso certamente sabiam que trabalhar com idosos é dividir emoções e alegrias que constroem o ser humano. Emoções que fazem valer a vida em qualquer faixa etária da nossa caminhada. Não é ver os erros, é sentir junto os nossos acertos, é interagir com nosso sucesso e buscar a melhoria da qualidade de vida de todos. Mais do que inteligência precisamos de bondade, amor e compreensão e aqui encontramos amigos que, colocando experiências positivas em nossa vida, preenchem os espaços negativos. Somos muito gratos por tudo que nos têm feito até agora e que com certeza continuarão fazendo”, disse, finalizando com a mensagem ressaltando que “as famílias são o bem maior que guardamos com muito carinho e se a vida é como um caminho de sombras e luzes, o importante é que se saibamos aproveitar as sombras e vitalizar as luzes. Somos anjos de uma asa só, por isso voamos apenas quando abraçamos uns aos outros”, finalizou.


* Texto e Fotografia: Moira Paula/Assessoria de Comunicação Salesiana.












5 visualizações0 comentário