• Jornal Esporte e Saúde

Ações educativas marcam mês do trânsito em Macaé


Objetivo é reforçar as medidas de prevenção aos acidentes de trânsito

Foto: Assessoria Mobilidade Urbana / reprodução internet.


Nesta quarta-feira (29), a Secretaria de Mobilidade Urbana realizou mais duas Blitze Educativas: no Parque Aeroporto, durante o dia, e na orla dos Cavaleiros, à noite. O objetivo foi reforçar as medidas de prevenção aos acidentes de trânsito, no mês da Semana Nacional de Trânsito (18 a 25). Foram feitas abordagens a condutores e frequentadores da orla, com distribuição de panfletos educativos. Em Macaé, a programação se estendeu ao longo de todo mês de setembro, culminando com o 1º Seminário de Mobilidade Urbana, realizado na última semana.


Para concluir as ações do mês, nesta quinta-feira (30), a Coordenadoria de Educação para o Trânsito levou as atividades do “Circulando no Trânsito” aos alunos do Colégio Adventista. “Foi um mês de muitas ações voltadas, principalmente, para a educação no trânsito. O objetivo maior é reforçar as medidas de segurança e conscientizar os condutores da importância do cumprimento das regras de trânsito. Não só esse mês, mas durante todo o ano, vamos continuar com essas ações de educação voltadas para os condutores, pedestres e ciclistas com a intenção de termos um trânsito melhor e mais seguro para a nossa cidade. Também tivemos uma programação técnica com a realização do 1º Seminário de Mobilidade Urbana onde pudemos analisar e conhecer projetos que pretendemos colocar em prática na nossa cidade, como é o caso da Smart City (cidade inteligente)”, pontuou o secretário de Mobilidade Urbana, Jayme Muniz. No Parque Aeroporto, a Blitz Educativa abordou condutores que passavam pela Praça Nagib Mussi. Já na orla dos Cavaleiros, a ação foi direcionada aos frequentadores dos bares e restaurantes. Eles receberam folhetos alertando sobre os perigos do álcool e direção.

Ação no Colégio Adventista O “Circulando no Trânsito” é uma das muitas atividades realizadas pela Coordenadoria de Educação para o Trânsito da Secretaria de Mobilidade Urbana. Ela leva às escolas públicas e privadas, atividades lúdicas e palestras voltadas para a conscientização dos alunos quanto ao conhecimento e respeito às regras de trânsito. No Colégio Adventista, 567 alunos, do maternal ao 9º ano, participaram das atividades nos dois turnos. Durante as ações, a equipe da Educação para o Trânsito abordou os quatro principais elementos do trânsito: pedestre, veículos, vias e sinalização. Também são destacadas situações cotidianas das crianças, como travessias de vias; não soltar pipa nas ruas ou próximo aos fios de energia elétrica; não jogar bola nas ruas; utilização do cinto de segurança e material de retenção, entre outros temas. A orientadora educacional e professora Zélia Rosário explica que o colégio trabalhou em conjunto as ações do Setembro Amarelo com o mês do trânsito, pensando nas emoções e na preocupação com o outro. “Um trânsito gentil é um trânsito realmente melhor, onde podemos estar preocupados um com o outro. Assim, entramos em contato com a Mobilidade Urbana e, prontamente, fomos atendidos para que estivessem aqui na escola fazendo um movimento de aprendizado e ensinamento com os alunos da escola”, informou a professora.

O Coordenador de Educação para o Trânsito, Leandro Aracati, explicou a importância da atividade. “Essa é uma importante ferramenta para começarmos desde cedo a trabalhar na conscientização das crianças. As palestras e as atividades ajudam a mostrar de forma simples, a necessidade da educação e do respeito às leis de trânsito. Além de retomarmos esse trabalho presencial, mantendo todos os cuidados sanitários, também fazemos palestras online para as escolas, expandindo esse conhecimento para outros locais. Tivemos um mês de setembro intenso, com 14 ações educacionais distribuídas por todas as regiões da Cidade, um Seminário e, fechando o mês, o atendimento de 17 turmas e uma palestra na escola Adventista, onde levamos ao conhecimento de 567 alunos a importância dos cuidados no trânsito. O trânsito é o que mais mata no mundo e, se quisermos mudar essa realidade, devemos ser incansáveis. Todos devemos fazer a nossa parte. Só assim poderemos ter um mundo mais seguro e humanizado”, disse “Acho muito positivo esse trabalho em parceria da Secretaria de Mobilidade Urbana com o colégio Adventista, justamente para promover melhor educação. Acreditamos que desde cedo, quando as crianças estão começando a aprender, conseguir mobilizar isso, incentivar a educação, que é tão importante, vai reduzir acidentes e melhorar relacionamentos da própria comunidade”, reflete o diretor geral do Colégio Adventista, Kaian Macena.




* Jornalista: Catarina Brust / Fotos: Assessoria Mobilidade Urbana / reprodução internet.


Patrocinado:





5 visualizações0 comentário