top of page
  • Foto do escritorJornal Esporte e Saúde

Universidades e Prefeitura de Macaé: integração gera economia de mais de R$ 4 milhões



Um projeto que trará benefícios como a prevenção de acidentes, educação ambiental para alunos da rede pública municipal e a integração entre Escola e Universidade vai gerar uma economia aos cofres públicos de mais de R$4 milhões. Essa ação só foi possível através de pesquisa desenvolvida com recurso financeiro do Edital Macaé Conecta, em 2021, oferecido pela Prefeitura de Macaé.



O Programa de Estações Meteorológicas vai instalar em 31 escolas públicas municipais, a partir de junho, equipamentos com tecnologia para coleta de dados em tempo real, que trarão indicadores como a quantidade de chuva em cada região, velocidade do vento, temperatura, pressão atmosférica, entre outros fatores. Assim, a Defesa Civil terá informações para planejar ações e prevenir a população de possíveis acidentes originados por questões climáticas.



O projeto vai aproximar os alunos da rede pública com a Universidade através de cursos, palestras, eventos, oficinas e projetos dentro das escolas, que vão contemplar além dos estudantes, professores, pais e a comunidade do entorno de cada unidade de ensino.



"Essa interconexão entre Universidade e Escola é fundamental. O aluno da rede pública terá acesso à pesquisa científica realizada nas Universidades a partir de atividades práticas inseridas no currículo escolar. Ele vai poder conhecer as instalações, entender os dados da estação, como é coletado, por exemplo, e também aprender a construir uma estação. É um projeto que vai proporcionar para os alunos um conhecimento mais amplo através de atividades práticas sobre Meio Ambiente, Defesa Civil, Robótica entre outros saberes importantes para a sua formação", destacou a Secretária de Ensino Superior, Flaviá Picon.



A ação é uma parceria entre a Secretaria Adjunta de Defesa Civil, a Secretaria de Educação através da Secretaria Adjunta de Ensino Superior, a UFRJ (Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro) e o LAMET (Laboratório de Meteorologia da UENF).



CRIAÇÃO DO CENTRO DE MONITORAMENTO DA DEFESA CIVIL


Através desse projeto será criado o Centro de Monitoramento e Operações da Defesa Civil com quatro monitores de 65 polegadas e computadores que possibilitarão o acompanhamento em tempo real das estações, oportunizando o agente a fazer alertas pontuais por bairros. Isso dará recursos para tomada de decisão mais assertiva.


"O que chove no Sana não é o mesmo que chove na Aroeira, por exemplo. É importante olhar a cidade de forma mais segmentada. Também teremos o apoio dos meteorologistas da UENF, que estarão nos auxiliando com informações complementares. É um ganho muito grande na segurança, principalmente por entender que cada alerta tem potencial de gerar um impacto específico em cada bairro", destacou Joseferson de Jesus, Secretário de Defesa Civil.


Em 2021, a Secretaria Adjunta de Ensino Superior lançou editais de apoio a projetos de pesquisa que contemplou 25 projetos, com um investimento total de aproximadamente R$500 mil. Um desses projetos é o das Estações Meteorológicas.


O valor do investimento para implantação do Programa de Estações Meteorológicas em parceria com as Universidades UFRJ e UENF é de aproximadamente R$260 mil, sendo R$110 mil para bolsas de alunos e professores, e o restante para aquisição e manutenção dos equipamentos.


Caso esse mesmo projeto fosse implementado por uma empresa privada, o investimento da Prefeitura de Macaé seria de aproximadamente R$4,7 milhões, por isso, essa iniciativa gera aos cofres públicos uma economia de mais de R$4 milhões, visto que é um projeto necessário para a cidade.


COMO A PREFEITURA ECONOMIZOU MAIS DE R$4 MILHÕES?


Em 2021, a Secretaria Adjunta de Ensino Superior lançou editais de apoio a projetos de pesquisa que contemplou 25 projetos, com um investimento total de aproximadamente R$500 mil. Um desses projetos é o das Estações Meteorológicas.


O valor do investimento para implantação do Programa de Estações Meteorológicas em parceria com as Universidades UFRJ e UENF é de aproximadamente R$260 mil, sendo R$110 mil para bolsas de alunos e professores, e o restante para aquisição e manutenção dos equipamentos.


Caso esse mesmo projeto fosse implementado por uma empresa privada, o investimento da Prefeitura de Macaé seria de aproximadamente R$4,7 milhões, por isso, essa iniciativa gera aos cofres públicos uma economia de mais de R$4 milhões, visto que é um projeto necessário para a cidade.


"Além da economia, a compra de maneira convencional não traria os benefícios da integração necessária para a boa execução das ações da defesa civil. Em situações de emergência, é fundamental o apoio e conhecimento da população. Através da parceria com as Universidades, o foco é nas pessoas, na escola e na comunidade. Isso faz toda a diferença para o sucesso das nossas operações", destacou Joseferson.


"Esse foi apenas um dos projetos contemplados nos editais de apoio à pesquisa e inovação, realizado pela Prefeitura de Macaé, com foco em soluções para a gestão pública. Esse é um ótimo exemplo da importância de investir na ciência e na integração entre o poder público e a Universidade", destacou Flaviá.


* Texto: Raphael Bózeo / Fotos: Divulgação / Prefeitura de Macaé


Divulgação



Luciana Perfumes e Presentes / 22 99824-9701 / Macaé / RJ



7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page