top of page
  • Foto do escritorJornal Esporte e Saúde

Time Brasil se espalhará pela Europa na preparação final antes dos Jogos Olímpicos de Paris

Equipes farão aclimatações em diversos países do continente com suporte do COB e Confederações


Divulgação/CBG


O continente europeu ficará um pouco mais verde e amarelo a partir do início de julho. Em um planejamento conjunto entre o Comitê Olímpico do Brasil (COB) e as Confederações Brasileiras Olímpicas, as equipes realizarão suas preparações finais em diversos locais espalhados pela Europa antes de seguirem para Paris para a disputa dos Jogos Olímpicos. Além de cidades na própria França, haverá atletas brasileiros em países como Alemanha, Eslovênia, Espanha, Itália, Polônia, Portugal Suécia, Suíça e Turquia.


“O COB mantém contato constante com as equipes técnicas das confederações para estabelecer o melhor planejamento para as equipes no período final de preparação antes dos Jogos Olímpicos de Paris. É um momento estratégico em que temos que ser bastante assertivos e oferecer as melhores condições. Muitas modalidades já têm suas bases na Europa, o que facilita a operação e traz segurança aos atletas. Estamos muito confiantes de que a reta final de preparação do Time Brasil será bem-sucedida”, afirmou Mariana Mello, gerente de Planejamento Esportivo do COB e sub-chefe da Missão Brasileira nos Jogos Olímpicos de Paris.


A ginástica escolheu Troyes como a base da preparação final de suas três modalidades. Ao todo, 25 atletas brasileiros treinarão nesta cidade, que fica a 160km de distância de Paris. Em Troyes, as equipes contarão com o suporte de profissionais da área médica, fisioterapia e preparação física. Para definir o local, foram realizadas visitas técnicas e um estágio de treinamento, em abril de 2024. As equipes ficarão hospedadas a 5 minutos a pé das instalações esportivas, garantindo eficiência na rotina de treinamentos. A ginástica artística será uma das primeiras equipe do Time Brasil a embarcar, já no início de julho e ficará treinando em Troyes até a entrada na Vila Olímpica, no dia 18 de julho.


“A escolha da cidade de Troyes para a aclimatação das equipes de ginástica do Brasil é estratégica e de suma importância para a reta final de preparação para os Jogos Olímpicos. Troyes oferece instalações de excelência, equipadas com aparelhos novos da mesma marca utilizada nos Jogos Olímpicos. Além disso, a cidade dispõe de uma estrutura de alojamento completa e suportes que atendem a todas as demandas das modalidades. A possibilidade de elaborar nosso próprio cardápio, adaptado às necessidades específicas dos atletas, é outro ponto forte que contribui significativamente para o desempenho e bem-estar dos nossos ginastas. Esta escolha não apenas assegura um ambiente de treinamento otimizado e personalizado, mas também demonstra o compromisso do COB com a excelência e o alto rendimento, essencial para o alcance dos objetivos olímpicos. Troyes é o lugar ideal para a melhor preparação de nossas equipes rumo ao sucesso olímpico”, avaliou Juliana Fajardo, chefe da equipe de ginástica nos Jogos Olímpicos de Paris.


Uma das primeiras modalidades a definir sua base de aclimatação, o judô ficará em Sainte Genevieve, cidade a menos de 1h de distância de Paris. O grupo chegará no local no 19 e repetirá a estratégia das últimas edições olímpicas, em que os atletas se deslocam de forma escalonada para Vila Olímpicas poucos dias antes de suas estreias nos Jogos. No ginásio de treinos, os judocas brasileiros poderão treinar no mesmo dojô que será utilizado nos Jogos Olímpicos. A Confederação Brasileira de Judô (CBJ) também aproveitará a aclimatação para dar experiência a jovens atletas, que treinarão com a equipe olímpica. A base de St. Genevieve já foi testada pela equipe de judô em 2023.


Equipe de judô em St. Genevieve, em 2023. Crédito: Lara Monsores/CBJ


“O judô já adota essa estratégia de aclimatação há algumas edições olímpicas e esse modelo vem dando certo. Apostamos nesse modelo como melhor preparação para os atletas nos Jogos. A CBJ escolheu St. Genevieve por inúmeros fatores positivos. O primeiro deles é a distância, que facilita nossa logística. É um ambiente que já utilizamos há alguns anos e onde os atletas se sentem em casa. A estrutura que teremos é super adequada, local sereno, ideal para que os atletas se mantenham focados no objetivo dos Jogos Olímpicos”, destacou Marcelo Theotônio, chefe da equipe de judô nos Jogos Olímpicos de Paris.


Além do judô e da ginástica, muitas outras modalidades já definiram suas bases de preparação final na Europa. Algumas equipes ainda vão confirmar suas bases e outras irão direto do Brasil para Paris.


Confira a lista abaixo:


Águas Abertas – Livigno e Nápoles (Itália)


Atletismo - Grupos estarão divididos entre Espanha (Sierra Nevada e Leon), Portugal (Lisboa e Rio Maior), Turquia (Antália), dependendo do grupo de provas


Badminton - Paris (França)


Boxe - Rio Maior (Portugal)


Canoagem Slalom – Vaires Sur-Marne (França)


Canoagem Velocidade – Porto (Portugal)


Ciclismo BMX Racing - Sarrians (França)


Ginástica Artística – Troyes (França)


Ginástica Rítmica – Troyes (França)


Ginástica Trampolim – Troyes (França)


Handebol – Dortmund e Stuttgart (Alemanha) e Liubliana (Eslovênia)


Hipismo CCE - Fontainebleau (França)


Judô - St Genevieve (França)


Natação - Livigno e Napoles (Itália) e Sierra Nevada (Espanha), dividido em grupos


Pentatlo Moderno - Modena (Itália)


Remo – Varese (Itália)


Rugby - Saint-Affrique (França)


Saltos Ornamentais – Rzeszow (Polônia)


Tênis de mesa - Ochsenhausen (Alemanha)


Tiro com arco - Chennevières-sur-Marne (França)


Tiro esportivo - Lugano (Suíça)


Triatlo - Font Romeu (França)


Vôlei de Praia – Metz (França), Espinho (Portugal) e Estocolmo (Suécia)


Vôlei – Metz (França)


Wrestling - Heidelberg (Alemanha) e Cermont-Ferrand (França)



Divulgação:


- Academia & Estética

Endereço: Av. Agenor Caldas, 635 - Imbetiba, Macaé


Luciana Perfumes e Presentes / 22 99824-9701 / Macaé / RJ

13 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page