top of page
  • Foto do escritorJornal Esporte e Saúde

“Surf-Salva”: em Macaé prevenção em esportes aquáticos é foco de projeto


Projeto ensina técnicas de prevenção, resgate e primeiros socorros


Informação para salvar. Com essa tônica, cerca de 50 praticantes de esportes como surf, stand up paddle e bodyboard participaram do projeto “Surf-Salva”, neste sábado (18), nos Cavaleiros. O projeto, realizado pela Secretaria de Esportes, é uma parceria com a Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático (SOBRASA) e a Associação de Surf de Macaé.


Resgate com vítima inconsciente, sinalização de alerta para socorro no mar, além de outras técnicas básicas de prevenção e resgate foram transmitidas pelo instrutor Rodrigo Cooperman e sua equipe. O prefeito Welberth Rezende acompanhou a ação e destacou a importância da capacitação.


“Macaé tem vivido sua plenitude em todas as áreas, já que o governo trabalha sem esquecer de nenhum setor desde a Saúde, Educação, Cultura, Turismo, Emprego, garantindo também o avanço no Esporte. Neste segmento, nossa atuação tem sido desde a realização de eventos à base, através do Bolsa Atleta. Ficamos felizes com essa parceria com a SOBRASA e a Associação de Surf que está proporcionando hoje esse curso que com certeza vai contribuir para salvar vidas”, ressaltou.


“É um curso preventivo oferecido pela SOBRASA, atendendo a um pedido da Escola de Surf. É muito importante conseguirmos qualificar o máximo de pessoas que praticam esportes no mar e na lagoa. São várias técnicas que estão sendo transmitidas que irão ampliar a segurança desses praticantes desde quem surfa até quem está na Canoa Havaiana”, declarou Marvel, Secretário de Esportes.


Jean Ricardo Gomes Martins é veterano no surf. Apesar dos 30 anos de experiência, ele afirmou ser importante participar do curso. “Antes de entrar no mar é preciso ter consciência do que está fazendo, ainda mais quando falamos da prática quando é feita como hobby. Então, temos muito a ganhar quando mais pessoas têm conhecimento sobre o que fazer em caso de alguma necessidade de resgate. Vamos ficar todos, praticantes e iniciantes, mais seguros dentro da água”, disse.


Idealizador da realização do curso em Macaé, o professor da Escola de Surf há 21 anos, Tony Azevedo falou sobre a importância da adoção de medidas preventivas. “O mar da nossa cidade tem muitas pedras, elas interrompem o fluxo normal da corrente criando valas, essas valas são as que mais puxam e ocasionam afogamentos. Ampliar o conhecimento sobre ações de resgate e prevenção com certeza é um legado importante deixado pelo governo municipal e pela Secretaria de Esportes que foram sensíveis a essa demanda”, concluiu.



* Jornalista: Juliana Carvalho / Fotos: Moisés Bruno / Comunicação Macaé


Divulgação:



Macaé / RJ


Orla da praia da Imbetiba / Macaé / RJ







8 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page