top of page
  • Foto do escritorJornal Esporte e Saúde

Prefeito de Macaé anuncia ampliação do Nupem


Objetivo é ampliar ciência, pesquisa e tecnologia do Instituto de Biodiversidade e Sustentabilidade


O prefeito Welberth Rezende assina nos próximos dias decreto que será elaborado pelo Procurador Geral da Prefeitura, Fabiano Paschoal, desapropriando terreno para ampliar o espaço físico do Instituto de Biodiversidade e Sustentabilidade (Nupem), um Instituto Multidisciplinar que abriga cursos de graduação e pós-graduação em diversas áreas do conhecimento e é ligado à Universidade Federal do Rio de Janeiro.


Welberth se reuniu nesta quinta-feira (20) com o Procurador Geral da Prefeitura de Macaé, Fabiano Paschoal, a vereadora Iza Vicente, a diretora do Nupem, Cíntia Monteiro de Barros e o vice-diretor, Fábio Di Dario, na sede do instituto, para tratar os assuntos. A comitiva visitou o Museu da Biodiversidade, a área que será desapropriada, o Laboratório de Doenças Emergentes e Negligenciadas e outros setores do Nupem, inclusive os que estão sendo finalizados para inauguração.


- Agora é a hora de expandir a universidade aqui, quanto mais cursos trazemos para cá, é um legado. A ideia do município é desapropriar uma área próxima para avançar e construir mais laboratórios para o Nupem. Tenho certeza que vamos ter nos próximos anos um mega complexo universitário para atender Macaé e o país – destacou o prefeito, que conversou também sobre a possibilidade de trazer os cursos de Biomedicina e Oceanografia para o local.


De acordo com o Procurador Geral da Prefeitura de Macaé, a área que será desapropriada é formada por lotes e fica localizada em frente ao Instituto de Biodiversidade e Sustentabilidade. “Desta forma a Procuradoria vai dar andamento ao processo de desapropriação dos lotes que totalizam cerca de 13 mil metros quadrados”, assinalou Fabiano Paschoal.


Prefeito defende expansão da universidadeJornalista: Janira Braga

Welberth mencionou que a prefeitura tem interesse direto em poder progredir com a universidade. “O Nupem colocou a necessidade de mais espaço físico para avançar a universidade e queremos ajudar. A ideia seria a prefeitura desapropriar e doar para a universidade para que possa expandir. Temos 500 pesquisadores da UFRJ morando em Macaé, que foram importantes no trabalho contra o Covid, fomos a melhor cidade de combate ao coronavírus graças a essa parceria com a UFRJ, que tem que continuar e vamos continuar apoiar no investimento em ciência e tecnologia”, definiu. A vereadora Iza Vicente analisou a relação entre desenvolvimento econômico e a ciência, pesquisa e tecnologia. “As pesquisas que o Nupem desenvolve são fundamentais para o município e é importante a expansão do laboratório de ciência e pesquisa”, constatou. A diretora do Nupem, a neurocientista pós-doutora Cintia Monteiro de Barros, informou que o instituto disponibiliza Licenciatura e Bacharelado em Ciências Biológicas e quatro pós-graduações entre Mestrado e Doutorado nas áreas de saúde e meio ambiente dentro de programas como Ciências Ambientais da Conservação, Ciências Fisiológicas, Mestrado Profissional em Ambiente, Saúde e Sociedade.

- A prefeitura tem sido parceira na formação e desenvolvimento do nosso instituto e pretendemos expandir nossas ações na região desenvolvendo ensino de excelente qualidade seja relacionado ao meio ambiente ou à saúde, como observamos na pandemia do Covid 19 - confirmou a neurocientista.


* Jornalista: Janira Braga / Fotos: Rui Porto Filho / Comunicação Macaé


Divulgação:



Luciana Perfumes e Presentes / 22 99824-9701






8 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page