top of page
  • Foto do escritorJornal Esporte e Saúde

Nível do rio sobe e Muriaé registra mais de 50 desabrigados: 'Situação preocupante'

Coletiva de imprensa de emergência foi convocada na manhã deste domingo (8); deslizamentos também afetam o município. Veja a situação de outras cidades da região, como Cataguases.


Rio transborda e afeta Muriaé após chuvas — Foto: Reprodução/Silvan Alves

A chuva continua na Zona da Mata neste domingo (8) e a situação permanece crítica, principalmente, em Muriaé e Cataguases. São mais de 900 pessoas desalojadas e desabrigadas nas duas cidades. Veja abaixo a situação nos dois municípios.

Muriaé


Rio transbordou e vários alagamentos são registrados em Muriaé

— Foto: Reprodução/Silvan Alves


Uma coletiva de imprensa foi realizada neste domingo pelo prefeito de Muriaé, Dr Marcos Guarino (PSB). O objetivo foi informar a situação de emergência na cidade, riscos e cuidados que a população precisa ter. Cerca de 54 pessoas estão desabrigadas no município.

“Estão acontecendo deslizamentos de encostas, queda de árvores e vias estão intransitáveis, mas monitoradas pela Prefeitura”. explicou o prefeito.

Conforme o coordenador da Defesa Civil, Leandro Cunha, o volume das cabeceiras dos rios Muriaé e Preto vai provocar transtornos. "A situação é preocupante e são várias famílias atingidas e pode aumentar ainda mais neste domingo", complementou.


Pedra caiu em rodovia de Muriaé durante chuvas — Foto: Reprodução/Silvan Alves

Já a secretária de Desenvolvimento Social, Vanessa Azeredo, alertou sobre os cuidados. "As pessoas que estão nas áreas de risco devem procurar um local seguro até que possamos desloca-las para áreas propícias e nos abrigos atuantes".


Nas últimas horas, vários deslizamentos foram registrados no município, como no bairro Gaspar, na Rua 1º de Maio, no Encoberta, no Bairro Cerâmica e na BR-356. Em um dos casos, um carro foi atingido. Ninguém ficou ferido.


Carro foi atingido por deslizamento de terra em Muriaé — Foto: Reprodução/Rádio Muriaé

Cataguases


Desde a noite de sábado (7), o Rio Pomba registra baixa no nível de água. Na manhã deste domingo, por volta das 10h, a medição marcava 5,42 m.


Por conta das chuvas, 828 pessoas estão em casas de parentes e amigos em Cataguases. Outras 43 foram para escolas municipais e abrigos. A informação é do último boletim divulgado pela Prefeitura.


A Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros pedem que a população fique atenta aos riscos nas encostas e que, caso surjam trincas no imóvel, é para deixá-lo imediatamente. Caso seja necessário entrar em contato, o telefone do Corpo de Bombeiros é 193 e da Defesa Civil Municipal é 3429-2590.


Alagamento em Cataguases após fortes chuvas

— Foto: Prefeitura de Cataguases/Divulgação


* Por g1 Zona da Mata — Muriaé





6 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page