• Jornal Esporte e Saúde

Mulheres recebem em Macaé medalha de mérito Alba Corral na Câmara



Em sessão solene comemorativa do Dia Internacional da Mulher, 73 mulheres foram homenageadas por sua relevante contribuição ao município. A solenidade aconteceu na noite de quarta-feira (23), no Palácio Legislativo Natálio Salvador Antunes, no bairro Virgem Santa. Ações contra as desigualdades sociais e de gênero e o destaque em diversas áreas, como saúde, educação, cidadania, cultura e proteção à vida motivaram o reconhecimento da sociedade com a medalha de honra ao mérito Alba Corral. Anualmente, no mês de março, alusivo às mulheres, os vereadores indicam às contempladas. Este ano, a primeira-dama, Quelen Rezende, figurou entre as homenageadas. O prefeito, Welberth Rezende, na cerimônia, anunciou a entrega da Secretaria das Mulheres. Segundo ele, um importante espaço de luta que havia sido reduzido a uma Coordenadoria. “Eu gostaria de saudar a todas as mulheres esta noite e à memória de Alda Corral (...) A história desta cidade foi construída também pelos braços de vocês”, ressaltou. A primeira parte da solenidade foi dedicada à memória de Alba Corral (1943-2013). Em Macaé desde 1952, a filha de imigrantes espanhóis, em 1971, após o falecimento de seu esposo, assumiu a gestão da primeira tecelagem da cidade e maior empresa do município na ocasião, a Indústria Bariloche. A empresa empregava majoritariamente mulheres. Em sua trajetória, D. Alba presidiu o Conselho Municipal de Crianças e Adolescentes e o Conselho Municipal do Trabalho, exerceu vereança (eleita suplente) e foi secretária de Promoção Social, a primeira eleita do município para esta função. Em sua gestão, surgiu o projeto de inclusão social pelo trabalho, Nova Vida. Ela também presidiu o Fórum Permanente Agenda 21 Macaé, do qual foi integrante ativa até o fim. Este fórum, criado a partir do principal documento da Rio Eco-92, a Agenda 21, tem como princípio a sustentabilidade. A filha de Alba Corral, Thaís Corral, foi a primeira a receber a medalha durante a cerimônia, seguida das 72 indicadas, incluindo gestoras municipais. Ela ressaltou em seu discurso de agradecimento que muitas realizações de mulheres ficam invisíveis perante a sociedade. Thaís frisou que o cuidado com os recursos naturais era a principal causa de sua mãe e fez um apelo para proteção do patrimônio natural macaense. Thaís Corral recebeu a medalha das mãos do presidente da Câmara, Nilton César Pereira Moreira, que também fez a entrega da medalha à primeira-dama. As ações sociais contra a fome conduzidas por Quelen Rezende, campanhas Vacinação Solidária e Natal Solidário, foram lembradas pelo presidente da casa legislativa durante a entrega da honraria ao mérito. “Quero agradecer por tudo que a senhora representou para a nossa cidade naquele momento tão difícil de pandemia. A senhora não mediu esforços para a arrecadação de alimentos para que pudéssemos dividir um pouco”, disse o vereador. “Quero agradecer pela honraria e a Macaé pela oportunidade (...) Não é uma questão de nós (mulheres) sermos iguais, ou sermos melhores. A questão é a luta por sermos capazes. Nós somos muito capazes e merecemos todo o respeito por isso”, disse Quelen. Além dos membros do legislativo municipal, também estiveram presentes à cerimônia, o vice-prefeito de Macaé, Célio Chapeta, o deputado Estadual, Chico Machado, o secretário de Ordem Pública, Alan de Oliveira, entre gestoras e autoridades municipais homenageadas. A medalha de honra ao mérito Alba Corral foi aprovada pela Câmara Municipal de Macaé em 2015.

* Jornalista: Andréa Lisboa \ Foto: Rui Porto Filho \ Comunicação Macaé



















2 visualizações0 comentário