top of page
  • Foto do escritorJornal Esporte e Saúde

Macaé e Reino Unido fortalecem intenções para projetos de transição energética



Relação instituída ao longo de quatro décadas de operações da indústria offshore, a cooperação entre Macaé e o Reino Unido é fomentada através do desenvolvimento de projetos voltados a promover a transição energética em âmbito mundial. O fortalecimento das intenções entre os governos, na promoção de iniciativas que possam ir além da cadeia produtiva de óleo e gás, foi registrado nesta terça-feira (6), entre o prefeito Welberth Rezende e o cônsul-geral Britânico no Rio de Janeiro e diretor dos setores de Energia e Mudanças Climáticas do Reino Unido no Brasil, Anjooum Norani.

“Somos uma cidade que discute o desenvolvimento como a garantia de um futuro de prosperidade para a nossa população. É por isso que buscamos a troca de experiência para aproveitar a pujança do petróleo e investir em outras áreas que possam assegurar o equilíbrio econômico da cidade, gerando e mantendo empregos, além de promovermos a qualificação profissional e acolher empreendedores”, apontou o prefeito.

Ao recepcionar o cônsul-geral Britânico, Welberth afirmou que o governo está atento aos projetos de geração de energia através de fontes renováveis, aproveitando o potencial da cidade em investir e acolher projetos que promovam a transição energética.

“Nós estamos discutindo projetos de produção de energia através do hidrogênio, placas solares e outras fontes renováveis que assegurem também a nossa participação na pauta da transição energética global”, destacou Welberth.

Em visita a Macaé, Anjooum ressaltou o interesse em conhecer o planejamento do governo municipal em acolher, incentivar e atrair projetos ou investimentos que visam promover a produção de novas fontes de energias.

“A minha proposta é conhecer as cidades importantes e que participam do setor energético. Fico feliz de visitar Macaé, a Capital Energética do país, e buscar a conexão política e institucional para alinharmos projetos governamentais desenvolvidos no Reino Unido e no Brasil”, pontuou o cônsul.

A transição da referência de Macaé, de Capital do Petróleo para a Cidade Energia, foi destacada pelo secretário de Desenvolvimento Econômico, Rodrigo Vianna, como o potencial da cidade em atrair cerca de R$ 25 bilhões na instalação de empreendimentos ligados ao segmento de óleo, gás e energia. Segundo ele, os números representam um terço de todo o investimento do Estado do Rio de Janeiro neste segmento.

“Macaé está dentro do grupo de cidades com destaques no mundo ao pensar e discutir a transição energética global. Estamos à disposição de todos os governos e países que desejam conhecer o nosso potencial de transformar o gás natural em energia, e de consolidar parcerias para atrair mais investimentos para a nossa cidade que se dedica a ser protagonista na história da indústria do petróleo, gás e energia do Brasil”, reforçou Rodrigo Vianna.

A relação institucional entre Macaé e o Reino Unido foi estabelecida também com a presença do gerente dos setores de Energia, Indústria Marítima e Mineração do Governo Britânico, Renato Cordeiro, e do Cônsul Honorário Britânico, Barrie Lloyd-Jones.

Os secretários de Políticas Energéticas, Tiago Rocha, da Casa Civil, Luiz Fernando Pessanha, de Ensino Superior, Flaviá Picon, de Turismo, Léo Anderson, de Cultura, Leandro Mussi, acompanharam o prefeito na recepção ao Cônsul.

A reunião contou ainda com a presença de Marco Navega, presidente do Conselho de Turismo da Costa do Sol e diretor da Associação Comercial e Industrial de Macaé (Acim), de Alberto Borges Bittencourt, vice-presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Macaé, e de Adail Costa Júnior, presidente da Associação Macaense de Contabilistas (Amacon).

* Texto: Márcio Siqueira / Fotos: Moisés Bruno / Prefeitura de Macaé


Divulgação:





Luciana Perfumes e Presentes / 22 99824-9701 / Macaé - RJ




15 visualizações0 comentário

Комментарии


bottom of page