top of page
  • Foto do escritorJornal Esporte e Saúde

Macaé cumpre Plano Nacional de Combate à Dengue


Cada agente em ciclos de quarenta dias úteis durante todo o ano, efetua de 800 a mil visitas domiciliares


As metas das normativas do Ministério Saúde para controle de doenças transmitidas por mosquitos vetores estão sendo atingidas pela Prefeitura de Macaé, que utiliza diferentes estratégias. Cada agente da Coordenadoria Especial de Vigilância Ambiental em Saúde (Cevas), em ciclos de quarenta dias úteis durante todo o ano, efetua de 800 a mil visitas domiciliares, número referente a cerca de 80% das residências do município, em cumprimento ao Plano Nacional de Combate à Dengue (PNCD).


“A prefeitura tem conseguido um resultado satisfatório no combate aos mosquitos vetores da dengue, chikungunya, zica, entre outras doenças. Realizamos tudo o que é preconizado pelo Ministério da Saúde. Seguimos as regras e os formatos de aplicação indicados. Todas as nossa visitas domiciliares geram um mapa que é diariamente lançado na plataforma da Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro. Mas precisamos da ajuda da população. Cerca de 80% dos focos estão dentro das residências. Portanto, é importante que a população receba os nossos agentes. Eles dão instruções; detectam, coletam e eliminam focos com larvicida. Isso evita a necessidade de emprego de carro fumacê”, explica o coordenador Especial de Vigilância Ambiental em Saúde, Flávio Muniz.

O último Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti (LIRAa), realizado em janeiro, teve o resultado satisfatório de 0,7 (regular). Se o índice atinge até 0,9, indica que a incidência do mosquito está sob controle. A partir de índice 1, o município entraria em alerta. O segundo LIRAa do ano será em maio, período em que as equipes da Cevas se dedicarão à coleta destes dados para a Secretaria de Estado em um bairro sorteado, conforme determina o sistema.


Fumacê


O coordenador completa: “O uso de carro fumacê é indicado pelo Ministério da Saúde apenas quando o índice do LIRAa ultrapassa 1. Nós utilizamos o inseticida fornecido pelo ministério para todo o país, que tem a capacidade de eliminar todos os invertebrados, como borboletas, abelhas, entre outros. Seu uso indevido pode acarretar um descontrole ambiental”.

“O carro fumacê só elimina mosquitos durante a revoada. Por isso e de acordo com o Plano Nacional de Combate à Dengue (PNCD), ele será eficaz duas horas antes do nascer do sol e duas horas depois disso. Para a sua aplicação, não pode haver vento ou chuva e o carro deve manter velocidade contínua de 15 km/h. Estes horários são ideais também porque há menos pessoas nas ruas e expostas à aplicação”, explica.

Fora a indicação de uso de carro fumacê quando o índice do LIRAa ultrapassa 1, ele é utilizado em ação de Bloqueio. Caso a equipe de Epidemiologia da Secretaria Municipal de Saúde encaminhe à Coordenadoria Especial de Vigilância Ambiental em Saúde um caso notificado de doença transmitida por mosquitos vetores, uma equipe da Cevas iniciará um trabalho de Bloqueio. A equipe utiliza uma bomba inseticida na residência da pessoa infectada, no terreno e passa com o carro fumacê pelo quarteirão (mínimo de 300 metros entorno da residência), a fim de bloquear a transmissão.



Cevas Itinerante


Uma ação motivada por uma notificação da Epidemiologia vai acontecer, na quarta-feira (19), a partir das 9h, no bairro do Horto, por meio da Cevas Itinerante. Através deste projeto, os serviços da Cevas são levados aos bairros mais distantes do Centro da cidade e a distritos que não sejam cobertos por equipes de agentes da Vigilância Ambiental em Saúde. Um total aproximado de dez servidores atuam a cada Cevas Itinerante.


A ação oferece visitas domiciliares, vacinação antirrábica e distribuição de telas para caixas d’água ou recipientes de coleta de água que estejam sem tampa. A Cevas Itinerante também faz Bloqueio e aplicação de inseticida para combate de infestações de pulgas, carrapatos e roedores em canais, depósitos, ferros-velhos, entre outros locais recomendados pelo PNCD.


Visitas domiciliares


Diariamente, a Cevas faz coletas de focos de ovos e larvas para análise em laboratório da coordenadoria e, juntamente com as informações da Epidemiologia sobre os casos positivados de doenças, elabora estratégias de ação. Entre elas estão os mutirões - equipes de reforçam bairros específicos. As visitas domiciliares acontecem de segunda a sexta-feira, a partir das 9h, durante todo o ano. A Cevas Itinerante colabora para o cumprimento da meta do Ministério da Saúde de, no mínimo, 80% de casas visitadas no município.


Flávio alerta: “Se um copinho cai no chão, enche de água e o mosquito deposita ovos. Depois que a água seca, o ovo resiste por um ano. Se neste período cai água, o ovo eclode. Entre ovo, larva e mosquito são apenas sete dias”.


Calendários


Os calendários do Cevas e outras informações sobre ações, como as da Comissão de Educação Instrução em Saúde (Ceis), que atua nas escolas, estão disponíveis na página do Instagram @cevasmacae. Na segunda-feira (17), o carro fumacê irá passar no Miramar; na terça (18), na Barra de Macaé; na quarta (19), na Fronteira e, na quinta (20), nos Cajueiros. Em todos estes dias, às 5h.


* Jornalista: Andréa Lisboa / Comunicação Macaé


Divulgação:






Luciana Perfumes e Presentes / 22 99824-9701 / Macaé / RJ






5 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page