top of page
  • Foto do escritorJornal Esporte e Saúde

Macaé: Carnaval da Saúde Mental leva cor e música à Praça Veríssimo de Mello

A programação contou com Boi Pintadinho e marchinhas de Carnaval


A manhã na Praça Veríssimo de Mello, no Centro da cidade, ganhou um colorido especial e um ilustre visitante: o Boi ADelindo, que pela primeira vez foi curtir o Carnaval do Programa Municipal de Saúde Mental. O boi, confeccionado pelos usuários do Caps AD durante as oficinas e artesanato, atraiu olhares curiosos e chamou a atenção de todos que passavam pelo local.



Uma dessas pessoas foi Maura Ribeiro, paciente da Saúde Mental de Macaé, que estava radiante por poder participar da festa. "Sou paciente há muitos anos e nunca consegui participar deste Carnaval. Estar aqui, hoje, é uma vitória para mim. E o que eu mais gostei foi o boi. Eu adoro Boi Pintadinho", celebrou Maura.



Além do Caps AD e do Núcleo de Saúde Mental, a programação envolveu, também, o Caps III Betinho, o Caps Infantil (Capsi), Coletivo Ivone Lara (com o bloco ‘De perto, ninguém é normal’) e a Vigilância Ambiental do município.



"Temos o Boi Pintadinho, que saiu pela primeira vez, e também a orquestra tocando marchinhas de Carnaval. Esse é um momento de interação entre os pacientes com a praça e fortalecimento de vínculos com a comunidade. Todos esses programas se unem para promover esse encontro. Aqui temos autistas, esquizofrênicos e outras deficiências. É uma forma de um programa interagir com os outros também", observa Lorrane Moreira, responsável geral do Programa de Saúde Mental, que é vinculado à Secretaria Adjunta de Atenção Básica.



Cevas Itinerante



De forma lúdica e criativa, a Coordenadoria Especial de Vigilância Ambiental em Saúde atuou com o Cevas Itinerante, oferecendo informações importantes para o combate ao Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya. Uma caixa mágica com personagens em feltro atiçou a curiosidade das crianças que puderam aprender como age o mosquito.


A equipe também auxiliou na confecção de máscaras de mosquito, distribuiu abanadores de papel e folhetos com informações importantes de como é possível identificar focos de mosquito em casa.


Para solicitações e denúncias de focos do mosquito, a população pode entrar em contato pelo email cevas@macae.rj.gov.br ou, ainda, através do Disque Dengue, com ligação gratuita: 0800-022-6461 e o WhatsApp Aedes (22) 2772-6461.


* Texto: Jornalista Carla Cardoso / FotoS: Ana Chaffin / Comunicação Macaé


Divulgação:




5 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page