top of page
  • Foto do escritorJornal Esporte e Saúde

Macaé + 20: pesquisadores irão realizar prospecção de cenários futuros para a cidade

Egim lança chamamento para publicação de trabalhos científicos


Para contribuir com o debate de longo prazo do município, representantes de diversas instituições de ensino superior estiveram reunidos nesta terça-feira (18) com o Escritório de Gestão, Indicadores e Metas (Egim). O objetivo foi lançar a parceria conforme a portaria 001/2024 para a publicação de trabalhos científicos. A proposta é que os pesquisadores considerem a estruturação do pensamento estratégico das tendências atuais e possibilidades do futuro, tendo em vista a formulação e a reformulação de políticas públicas e programas municipais de desenvolvimento.


O gerente do Egim, Romulo Campos, explicou que a ideia foi convidar pesquisadores das instituições de ensino e pesquisa da cidade e região para revisão de literatura sobre as perspectivas futuras da cidade e seu contexto na região, com o intuito de contribuir para a elaboração de diretrizes municipais


de longo prazo, relacionadas às áreas de resultados propostas pelo projeto Macaé+20, um plano estratégico de longo prazo.


“O Macaé + 20 é um projeto de governo e a formalização com a academia reforça os vínculos que já estabelecemos entre a administração municipal e as instituições”, disse Rômulo.


A coordenadora do Macaé + 20, Scheila Abreu, falou sobre a trajetória do projeto, iniciativa que está em fase de construção do Caderno 2, que evidencia como os problemas diagnosticados no Caderno 1, lançado em abril, terão suas soluções apresentadas de acordo com os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU e as políticas de meio ambiente, responsabilidade social e governança (ASG). Ela também apresentou o hotsite do projeto.


“A academia entra nesse cenário para contribuir com as soluções que precisamos evidenciar para o futuro. Em um primeiro momento, será realizada a análise do Caderno 1 (fase de diagnóstico) onde cerca de 50 servidores de toda a estrutura municipal construíram o documento. Em seguida, os pesquisadores irão analisar as tendências do município nos próximos 20 anos”, pontuou Scheila.


O encontro contou com a participação de representantes da Universidade Federal Fluminense (UFF), do Instituto Federal Fluminense (IFF), da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UFRJ) e da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf).


O Egim funciona no Centro Administrativo Luiz Osório, na Avenida Presidente Feliciano Sodré, 466, Centro, Macaé-RJ, 1º andar. Os contatos podem ser feitos pelos e-mail egim@macae.rj.gov.br.


* Texto: Jornalista Tatiana Gama / Fotos: Ana Chaffin / Comunicação Macaé


Divulgação:


- Academia & Estética

Endereço: Av. Agenor Caldas, 635 - Imbetiba, Macaé




6 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page