top of page
  • Foto do escritorJornal Esporte e Saúde

Jiu-Jitsu: macaenses ganham títulos mundiais



As atletas macaenses Yasmin Cruz e Valentina Paes foram campeãs da 15ª edição do Abu Dhabi World Pro Jiu-Jitsu. Yasmin ganhou medalha de ouro na categoria 12 anos faixa amarela até 32kg. A competidora faixa amarela até 32kg é beneficiada com o Bolsa Atleta, da Prefeitura de Macaé. A competição é considerada uma das mais importantes da modalidade no mundo. A disputa foi em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes.


"Estava com muita expectativa, pois treinei bastante. Na etapa final participei da competição com uma atleta do Cazaquistão. Venci por sete a zero e me tornei campeã mundial. É um sonho realizado", disse Yasmim. De volta ao Brasil nesta quarta-feira (8), a menina espera uma boa recepção ao chegar em Macaé. "Estou muito feliz de representar nossa Macaé e o Brasil no lugar mais alto do pódio. Agora é só comemorar", ressaltou.


Ela lembra de todo esforço para a competição.


"Ano passado eu fiquei em quarto lugar, mas não desisti: foquei, treinei muito pesado, fiz dieta para bater o peso, deixei de comer muitas coisas que gostava... isso tudo para chegar até aqui e mostrar pra todos que quando temos um sonho jamais devemos desistir", salientou, agradecendo aos familiares, profissionais envolvidos no treinamento e amigos. Ela também destacou a importância do programa Bolsa Atleta.


Yasmim chegou a comercializar doces para auxiliar nas despesas.


"Sou grata àquelas pessoas que me ajudaram comprando minhas trufas, meus docinhos e rifas. Agradeço a todos que confiaram em mim e acreditaram que eu era capaz. Estou de volta para comemorar", destacou. Este ano Yasmin consagrou-se tri-campeã brasileira no maior evento nacional de Jiu-Jitsu.


Já a medalha de ouro de Valentina Paes foi da categoria laranja-verde-júnior (12 e 13 anos e até 48 quilos). A lutadora macaense fez bonito na final com a atual bicampeã, uma atleta do Cazaquistão. Tanto Iasmin quanto Valentina são contempladas com o Bolsa Atleta.


Com apenas 12 anos, Valentina treina há mais de cinco anos com o professor Paulo César Paulino Maillet. Ela também faturou títulos positivos recentemente, sagrando-se vice-campeã brasileira do IBJJF Jiu-Jitsu e também vice-campeã do "Sul Americano" do IBJJF Jiu-Jitsu. A família da Valentina também está comemorando o terceiro lugar do irmão, Luigi Paes, que lutou na categoria faixa Amarela Kids 3 (equivalente a 9 anos), até 34kg, numa chave com atletas da Inglaterra, Rússia e Austrália.


Para a mãe Nataly e o treinador Paulo César Paulino Maillet, o Bolsa Atleta é de suma importância.


"Estamos orgulhosos por tantos macaenses disputarem e trazerem resultados positivos para nossa cidade. Incentivar o esporte é uma ferramenta essencial de segurança, saúde e qualidade de vida, que ajuda a alavancar os praticantes. O Bolsa Atleta permitiu que muitos atletas conhecessem países e culturas diferentes. É maravilhoso", comentou Nataly.


Para o Secretário de Esportes, Marvel Maillet, o desempenho e comprometimento dos atletas é motivo de orgulho para o município.


"Estamos felizes com os resultados obtidos e com a dedicação dos atletas, que são de várias modalidades e idades. É muita felicidade fazer parte da história dos atletas macaenses através do Bolsa Atleta. Duas macaenses se destacando no Brasil e no mundo. Isso é maravilhoso", destacou.


Programa


O atleta contemplado no programa pode utilizar o recurso para comprar suplementos, academia, custear passagens para participar das competições. O benefício atende 534 atletas de 42 modalidades e voltou a ser concedido por meio do decreto 002/2023, que regulamenta a Lei Municipal 4.587/2019.O Programa Bolsa Atleta atende os esportistas que representam o município ou defendem as equipes que representam Macaé em competições estaduais, nacionais, internacionais e mundiais.








* Texto: Jornalista Joice Trindade / fotos: Reprodução / Comunicação Macaé


Divulgação:







9 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page