top of page
  • Foto do escritorJornal Esporte e Saúde

Governo reforça potencial do ambiente de negócios de Macaé


Prefeito Welberth Rezende recebeu nesta quinta-feira (9), o diretor executivo da Sika, Cláudio Nogueira


O ambiente de negócios de Macaé, que se destaca como um dos mais favoráveis do país no segmento de serviços, se consolida cada vez mais a partir de políticas públicas executadas pelo governo ao fortalecer o trabalho institucional junto a empresas que mapeiam oportunidades e avaliam investimentos na Cidade Energia. Essa nova perspectiva da cidade, que concentra hoje cerca de R$ 25 bilhões para a instalação de investimentos privados, e que se beneficia também dos US$ 18 bilhões anunciados pela Petrobras para projetos em desenvolvimento na Bacia de Campos, foi apresentada pelo prefeito Welberth Rezende ao receber nesta quinta-feira (9), o diretor executivo da Sika, Cláudio Nogueira, junto ao coordenador comercial para o segmento óleo e gás da empresa, Hudson Azevedo.



“Somos a locomotiva do novo ciclo de desenvolvimento do Rio de Janeiro, o que torna Macaé referência para negócios e investimentos em todo o país. Estamos estruturados para receber novas empresas e seguimos, agora, o caminho da industrialização, com total foco no desenvolvimento econômico, social e sustentável do município”, destacou o prefeito.



Os representantes da Sika atuam na divisão da empresa que desenvolve tecnologia para a produção de impermeabilizantes utilizados na construção civil e mercado offshore, segmentos em fase de expansão no município e responsáveis também por garantir a Macaé a liderança na geração de empregos no Estado, com mais de 20 mil novos postos criados entre 2021 e 2022.



“Macaé apresenta um ambiente de negócios favorável para todos os segmentos que compõem a cadeia produtiva de óleo, gás e energia, desde as grandes operadoras, até as empresas que ofertam produtos e serviços. Agora, o nosso objetivo é apresentar a nova dinâmica da cidade que permite receber as fábricas dessas empresas que detém tecnologia e expertise de fornecimento para todo o segmento offshore”, destacou o Secretário de Desenvolvimento Econômico, Rodrigo Vianna.


A transparência na execução de projetos e a desburocratização nos processos de licenciamento são passos já garantidos pelo governo, que auxiliam na formação de relação institucional com as empresas e instituições que atuam no setor.


“O trabalho conjunto com a prefeitura nos auxilia a buscar oportunidades para o desenvolvimento de novos negócios”, avaliou Cláudio.


A redução da alíquota do Imposto de Circulação de Serviços (ICM), de 18% para 2%, também assegura a Macaé uma nova competitividade nesta nova etapa de retomada econômica do Estado e do país.


* Jornalista: Márcio Siqueira / Fotos: Jaqueline Carvalho / Prefeitura de Macaé


Divulgação:





Macaé - RJ


33 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page