top of page
  • Foto do escritorJornal Esporte e Saúde

Escola Municipal de Dança de Macaé será diplomada pela Alerj com o prêmio Heloneida Studart


A cerimônia será dia 29 (terça-feira), às 18h30 / foto arte: Reprodução


O reconhecimento de um trabalho desenvolvido por muitos anos é o que representa o Diploma Heloneida Studart de Cultura 2022, oferecido pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio De Janeiro (Alerj) à Escola Municipal de Dança (EMDança). Integrante da Secretaria Municipal de Cultura, a instituição, uma dentre 45 premiadas no estado, receberá o título no próximo dia 29 (terça-feira), às 18h30, na Alerj, Rio de Janeiro.


Este diploma, criado em 2009, é conferido às pessoas físicas e jurídicas, organizações não governamentais, órgãos públicos e iniciativas que se destacam na promoção da cultura no estado. Dos selecionados para o prêmio, 64,4% são de fora da capital.


A EMDança atende alunos de 5 a 18 anos, priorizando crianças e adolescentes residentes em áreas de risco ou periféricas. A unidade contabiliza mais de 5.500 matriculas, desde que foi reinaugurada em julho de 2013, com 1.200 alunos. A escola oferece as modalidades ballet, jazz, danças urbanas e contemporâneo.


“É um orgulho para Macaé ter uma escola de dança municipal agraciada com o Diploma Heloneida Studart de Cultura 2022 pela Alerj. É um reconhecimento de sua qualidade e de sua importância para a cidade, culturalmente e socialmente. A escola incentiva a participação cidadã. Estão incluídos no currículo temas como a ética, pluralidade cultural, meio ambiente, saúde e orientação educacional e do trabalho”, disse o Secretário de Cultura, Leandro Mussi.


A diretora da Escola de Dança, Cláudia Tenório, enfatiza que estão inseridas no currículo da instituição questões relativas à cidadania. Ele é voltado para a compreensão da realidade social e dos direitos e responsabilidades em relação à vida pessoal e coletiva. A escola também é uma oportunidade de profissionalização. Muitos alunos saem aptos ao Registro Profissional DRT junto ao Sindicato dos Profissionais de Dança e integram grandes companhias de dança pelo mundo.


“Este prêmio vem coroar o trabalho da EMDança ao longo destes nove anos. Nos orgulhamos muito por sermos reconhecidos pelo Estado por nossa relevância como trabalho social na área da cultura no estado do Rio de Janeiro. Agradecemos à Prefeitura de Macaé, aos alunos e responsáveis, aos parceiros e principalmente aos funcionários da escola que não medem esforços para fazer um trabalho de qualidade dentro do serviço público. Afinal, esses funcionários são os responsáveis por essa premiação, destaca Cláudia Tenório.


História


Depois de reinaugurada, em 2013, houve uma reestruturação administrativa e da metodologia de ensino da EMDança. Foram incluídos plano de aula prático e teórico, avaliação bimestral e boletim informativo onde são avaliados: frequência, interesse, participação, disciplina, cuidados com aparência e uniforme, desempenho técnico e aulas práticas. Também foi incluído plano de curso em todas as modalidades.


No fim de cada ano, as aulas são encerradas com espetáculos no Teatro Municipal de Macaé, assistidos por um público total de mais de 17.500 convidados. Em 2013, ‘De Princesinha à Rainha do Petróleo’ (3.500 espectadores); em 2014, ‘Era uma Vez’ (2.100); em 2015, ‘Contos Urbanos’ (1.800); em 2016, ‘Alice no País das Maravilhas’ (2.100); em 2017, ‘Macaé In Gala e Memórias’ (2.100); em 2018, ‘A Fantástica Fábrica de Chocolate’ (2.400); em 2019, ‘OZ, Mágico e Poderoso’ - usando tecnologia 3D e unindo cinema e teatro à dança (2.400 espectadores) e, em 2020, devido à pandemia de covid-19, houve a realização de uma live que reuniu as coreografias estudadas durante o ano (1.100 espectadores). Neste período, a EMDança reformulou sua grade e tornou as aulas remotas.


Em 2022, a renovação de matrículas aconteceu por meio do aplicativo MacaéApp, para que as aulas tivessem continuidade. Neste ano, ainda foi realizado o projeto Caminhos na Dança. Com este projeto, a Escola de Dança participou do edital Prêmio Servidores Inovadores de Macaé, ficando entre os finalistas. Este projeto consiste em 15 lives, transmitidas, ao vivo, pelo canal do Youtube Secretaria de Cultura de Macaé, com entrevistas com renomados profissionais da dança no cenário nacional e internacional.


Heloneida Studart


A escritora, ensaísta, teatróloga, jornalista, defensora dos direitos das mulheres e seis vezes deputada estadual do Rio de Janeiro, Heloneida Studart (Fortaleza, 1932 - Rio de Janeiro, 2007), foi uma das principais articuladoras do Centro da Mulher Brasileira, considerada a primeira entidade feminista do Brasil. Atuou como foi constituinte e fez parte da articulação feminista no Congresso.


A EMDança está localizada na rua São João, 200, Centro da cidade. O telefone para mais informações é o (22) 2772-1918.


* Jornalista: Andréa Lisboa / Prefeitura de Macaé


Divulgação:


Macaé

Macaé - RJ



Luciana Perfumes e Presentes / 22 99824-9701 // Macaé - RJ



4 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page