top of page
  • Foto do escritorJornal Esporte e Saúde

Em nota conjunta, Lula, Rosa Weber, Lira e Vital do Rêgo dizem que rejeitam 'atos terroristas'

Representantes se reuniram em Brasília pela manhã


Encontro aconteceu no Palácio do Planalto, uma das sede depredadas no domingo, 8 Divulgação/Ricardo Stuckert

Brasília - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) publicou, nesta segunda-feira, 9, uma nota em que assina junto a presidentes dos Poderes da República, cujas sedes foram invadidas e depredadas no domingo, 8. Os representantes se reuniram pela manhã, no Palácio do Planalto, em Brasília, para falar sobre o ocorrido. O encontro havia sido informado previamente pela assessoria de imprensa do presidente.


Assinam o documento na companhia de Lula a presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Rosa Weber, o presidente em exercício do Congresso Nacional, Vital do Rêgo — o qual responde na ausência do senador Rodrigo Pacheco — e de Arthur Lira, presidente da Câmara dos Deputados.


"Os Poderes da República, defensores da democracia e da Carta Constitucional de 1988, rejeitam os atos terroristas, de vandalismo, criminosos e golpistas que aconteceram na tarde de [domingo] em Brasília", inicia o texto.

"Estamos unidos para que as providências institucionais sejam tomadas, nos termos das leis brasileiras. Conclamamos a sociedade a manter a serenidade, em defesa da paz e da democracia em nossa pátria", ressalta o documento. "O país precisa de normalidade, respeito e trabalho para o progresso e justiça social da nação", concluem os presidentes na nota.


Anteriormente, os líderes já haviam se manifestado, incluindo o presidente efetivo do Congresso Nacional, Rodrigo Pacheco.


* https://odia.ig.com.br/

15 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page