• Jornal Esporte e Saúde

Educação em Macaé segue com implantação de parquinhos nas escolas



Parquinhos novos continuam sendo instalados nas escolas da rede municipal. Os espaços estão recebendo playgrounds específicos, que foram divididos com as dimensões maior (ponte, passarela, escorregador e rampa), médio (escorregador, rampa e ponte) e menor (escorregador e ponte). A entrega, iniciada no primeiro semestre letivo, segue até o final deste ano, conforme agenda organizada pela equipe de Infraestrutura da Secretaria de Educação. O objetivo é dotar as unidades com brinquedos que visam garantir segurança e acessibilidade.


Cerca de 20 parquinhos já foram entregues até este mês de novembro. As escolas municipais que receberam parquinhos recentemente foram: Fazenda Santa Maria (Horto), Professora Anna Benedicta da Silva Santos (Centro), Marlene Diniz Caldas (Piracema), Emei Professor Arlete Ribeiro José (Miramar) e Escola Municipal Maria Augusta de Aguiar Franco (Bicuda Pequena).


Outros espaços escolares que ganharam os parquinhos neste ano letivo são: Escola Municipal de Educação Infantil Dr. Juventino da Silva Pacheco (Barra); Professora Iracy Pinheiro Marques (Lagomar); Professor Joaquim Luiz Freire Pinheiro (Cajueiros); Professora Elisa Maria Silva de Azevedo Portugal (São José do Barreto); Professor José Augusto Abreu Aguiar (Centro) e Professora Lia Koop Franco (Aeroporto); Professora Neiva Mariano dos Santos (Cajueiros); Dolores Garcia Rodriguez (Mirante da Lagoa); Átilla de Aguiar Maltez Júnior (Cajueiros); Elea Tatagiba de Azevedo (Aroeira); José Bruno de Azevedo (Malvinas) e Zélia de Souza Aguiar (Malvinas).


A ampliação de parquinhos na rede municipal tem a proposta de contribuir com o desenvolvimento dos alunos, na socialização, autoconfiança, equilíbrio, coordenação motora e na percepção do mundo. Por ser um espaço voltado para descontração, os parquinhos também ajudam nas conversas entre os alunos e professores. O convívio com outros alunos nesse tempo livre facilita a criação e percepção de vínculos sociais, como a formação de amizades, a importância de compartilhar o espaço, os brinquedos e o entendimento de regras.


De acordo com estudos, as interações das crianças no parquinho são mais espontâneas, o que favorece nas habilidades sociais como a empatia, cooperação e o companheirismo.


* Jornalista: Joice Trindade\foto: Divulgação\Prefeitura de Macaé/Secretaria de Comunicação Social/Coordenadoria de Jornalismo.



1 visualização0 comentário