• Jornal Esporte e Saúde

Domènec Torrent é apresentado no Ninho do Urubu

Treinador catalão afirma que chega ao clube para trabalhar duro



Foto: Alexandre Vidal / Flamengo.


Após desembarcar nesta segunda-feira (03) no Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro (Galeão), o novo técnico do Flamengo, Domènec Torrent, seguiu para o Ninho do Urubu e foi apresentado oficialmente pelo clube. Ao lado do presidente Rodolfo Landim, do CEO Reinaldo Belotti, do vice-presidente de futebol Marcos Braz, e do diretor-executivo de futebol Bruno Spindel, o catalão respondeu às perguntas enviadas pelos jornalistas através da FlaTV. Confira:


- Boas-vindas de Rodolfo Landim


“É uma enorme satisfação estar aqui com o Dome. Queria enaltecer o trabalho nesse processo, coordenado pela nossa equipe de scout, que fez uma análise muito importante. Gostaríamos que o Flamengo continuasse com estilo ofensivo e agressivo. Houve uma seleção de nomes, mas chegamos ao Dome por ser uma pessoa vencedora. A história dele é fantástica. A felicidade é muito grande de estar aqui podendo contar com ele pelos próximos 18 meses”.


- Com a palavra, Marcos Braz


“Ele figurou no Barcelona, no Bayern de Munique... Todos com grandes trabalhos. Lógico que estava dentro de um processo. Quando o Dome começou a entender que deveria tomar um novo rumo em sua carreira, entendemos que ele estava mais que qualificado para estar aqui. Tem uma história vencedora, está acostumado a estourar champagne nos vestiários, a fumar charuto. Desejamos boa sorte ao Dome e aos seus companheiros nesse magnífico ambiente que ele vai encontrar”.


- Domènec Torrent


“Quero agradecer ao Pep Guardiola. Foi muito importante esses dez anos de trabalho ao lado dele. Todos sabem que quando se está com o melhor do mundo se aprende muito. Estou muito feliz de fazer parte desta grande Nação. Na Europa, quando se fala de Flamengo, sabemos que é um dos grandes clubes do mundo. Espero seguir vencendo, sei o quanto é importante para equipes como Flamengo, Barcelona... Clubes top no mundo. Me sinto feliz por fazer parte deste momento”.


- Final da Libertadores


“Eu vi a Libertadores, a partida contra o Liverpool no Mundial. Sempre me interesso em grandes jogos. A final foi emocionante, muito bonita pelo Flamengo ter conquistado o título. Nos últimos meses, assisti às finais contra o Fluminense, com Jesus no comando. As partidas mais importantes, contra o River e Liverpool, não só eu, mas muitas pessoas na Espanha assistiram”.

- Estilo de jogo


“Todos sabem que tenho uma filosofia muito parecida ao treinador que estava aqui. Gosto do jogo ofensivo, prefiro ganhar de 4 a 3 do que 1 a 0. É importante para o Flamengo ganhar, ganhar e ganhar, mas para mim também é importante como ganhar. No meu pensamento é importante para fazer a torcida feliz. Um futebol ofensivo, bonito e ganhador. Essa é a minha filosofia, por isso sou técnico. Gosto de ter a bola e ser protagonista. É o que temos que fazer quando estamos num clube grande”.


= Escolha pelo Flamengo


“Eu tinha várias propostas na Europa e América. Algumas pessoas de minha confiança na América do Sul me falaram do possível interesse do Flamengo. Eu disse: ‘para tudo’. Quando o Flamengo te chama, você não pode dizer não. Não sei se os brasileiros sabem do respeito que o clube tem fora da América. É muito respeitado na Europa. Quando se fala na Espanha de clubes brasileiros, o primeiro que vem à cabeça é o Flamengo. Se a coisa for adiante teremos um bom processo com o Flamengo, é a minha primeira opção. O Flamengo é uma das equipes do mundo que não se podem comparar”.

- Maratona de jogos


“Somos 100% capazes de enfrentar todas as competições. Quando trabalhei no Barcelona, Bayern e City foi a mesma coisa. Jogamos três jogos por semana, o mesmo que acontecerá com o Flamengo. Estou acostumado a jogar a cada dois, três dias. As primeiras semanas serão as mais importantes para a minha comissão observar como estão os jogadores. Não vim para o Brasil de férias, até gostaria, porque é muito bonito. Vou trabalhar muito duro com a minha equipe técnica, que aproveito para agradecê-los por terem me acompanhado nessa vinda tão bonita ao Brasil. Espero que daqui há muitos anos, quando o clube estiver feliz comigo, posso estar aqui de férias”.


* https://www.flamengo.com.br/noticias/Por Rômulo Paranhos.


1 visualização0 comentário