top of page
  • Foto do escritorJornal Esporte e Saúde

Dicas de saúde: hábitos para ter mais bem-estar e qualidade de vida


Foto: Reprodução


A pandemia do coronavírus impactou a forma de pensar e agir das pessoas. Em agosto de 2021, uma pesquisa realizada pela Ticket descobriu que 64% dos brasileiros estavam mais preocupados com a própria saúde com a de seus familiares em comparação com o ano anterior. Além disso, questões emocionais também ganharam um novo sentido depois do ápice do contágio do vírus. A pesquisa “Tendências do setor do bem-estar: o impacto da flexibilização da quarentena”, realizada pela The Bakery, revelou que a preocupação com a saúde mental dobrou no Brasil. Adotar hábitos que colaboram para uma vida com mais bem-estar e qualidade é essencial para evitar doenças físicas e mentais. Por isso, a médica integrativa Maira Peron pontua algumas dicas de saúde e hábitos que devem fazer parte de uma rotina equilibrada e benéfica.


De acordo com a profissional, existem 6 hábitos indispensáveis para uma vida com bem-estar e qualidade. São eles: praticar exercício físico, ter um sono regular, ter uma alimentação saudável, beber água regularmente, dedicar tempo para fazer o que gosta e cultivar bons pensamentos.


Hábitos para uma vida melhor

Cada um desses hábitos tem um papel singular no que diz respeito ao bem-estar e saúde. Antes de mais nada, é preciso entender qual a importância de investir na adoção dessas práticas diariamente.


Praticar exercício físico


Foto: Reprodução


“Tal hábito é essencial para a prevenção de várias patologias e promove uma melhora na capacidade cognitiva”, diz. Durante os treinos, o corpo libera endorfina, um dos hormônios da felicidade, que causa uma sensação de bem-estar.


Dessa forma, Maira explica que, com a melhora de humor causada pela prática de exercícios físicos, a saúde mental e emocional também é impactada positivamente.


Ter sono regular


Foto: Reprodução


O sono de qualidade é outro pilar essencial para uma rotina com mais qualidade de vida. Isso porque, enquanto dormimos, diversas funções são desempenhadas pelo cérebro e pelo organismo. Assim, quando não há a promoção de um sono reparador, uma série de malefícios podem surgir.


“Enquanto você sonha, seu cérebro troca fluídos, eliminando resíduos e toxinas produzidos ao longo do dia. O corpo repõe seus estoques de energia, produz proteínas e hormônios, equilibra o sistema imune, elimina o estresse e a ansiedade, recicla componentes desgastados e integra aprendizados e memórias”, esclarece.


Por isso, é importante buscar formas de dormir bem. Caso exista a presença da insônia, por exemplo, vale buscar um profissional para ajudar a lidar com a condição. Além disso, investir na higiene do sono é uma boa opção.


Dicas de saúde: Ter uma alimentação saudável


Foto: Reprodução


A médica integrativa conta que a maior parte dos problemas de saúde tem como principal motivo a má alimentação. “Então, para que você viva mais e com qualidade, é fundamental uma alimentação equilibrada”, destaca.


Beber água


Foto: Reprodução


Hidratar-se com frequência e em quantidades adequadas é crucial para que o corpo funcione bem – e, consequentemente, garanta saúde mental e física.


“Aproximadamente dois terços do nosso corpo são compostos por água. Ela transporta os nutrientes, o oxigênio e também auxilia na produção de energia. Por isso, consumir água faz uma enorme diferença no nosso organismo”, afirma.


Fazer o que gosta

Foto: Reprodução


Nem só de trabalho e responsabilidades se faz uma vida adulta. Fazer o que gosta não deve ser considerado um luxo. Na verdade, assim como é preciso alimentar-se bem e praticar algum exercício físico, separar um tempo para realizar atividades que te dão prazer é extremamente importante.


“Fazer amigos, sair, rir, namorar e ter relações sexuais são coisas que fazem bem e liberam a ocitocina, hormônio que reduz a tensão arterial e o estresse. Ele é a chave para a felicidade das pessoas e está diretamente relacionado à criação de laços sociais”, diz.


Dicas de saúde: Cultivar bons pensamentos


Foto: Reprodução


Com os problemas e o estresse do dia a dia pode não ser tão fácil ser uma pessoa otimista. Entretanto, o esforço de cultivar bons pensamentos vale a pena, uma vez que ajuda a aumentar o bem-estar, a tranquilidade e o bom humor.


Diversos estudos já relacionaram o otimismo a uma série de benefícios para a saúde. Um estudo da Harvard de 2019 revelou, inclusive, que pessoas com níveis mais altos de otimismo têm maiores chances de viver mais. Além disso, o pensamento positivo também reduz riscos de doenças cardíacas, derrame e declínio na capacidade e função dos pulmões.


“Pensamentos positivos são capazes de aumentar a secreção de hormônios do prazer, como dopamina, endorfina e adrenalina”, completa.


Como incluir na rotina?

Saber quais são os hábitos necessários para uma vida mais saudável é o primeiro passo rumo à mudança. Entretanto, entender como colocá-los em prática de uma maneira com a qual você realmente se comprometa é o segundo desafio. Maira traz algumas dicas para incluir tais costumes na rotina:


* Comece indo deitar 10 minutos mais cedo por semana até conseguir chegar nas 7/8h de sono por noite;


* Coloque um programa de alarme no celular para te lembrar de tomar água;

* Procure um esporte que lhe dê prazer e chame um amigo pra te acompanhar – esse compromisso com alguém faz muita diferença;

*Procure um nutricionista ou, se não tem condições de investir nisso, retire industrializados da alimentação, açúcar, farináceos, refrigerante e álcool.


Além disso, lembre-se que a mudança é gradual e exige um tempo para ser incorporada. Assim, tenha paciência e calma durante o processo.


Dicas de saúde: hábitos ruins

Existem alguns hábitos que nos distanciam de uma vida mais plena e saudável. Por isso, substituí-los por práticas mais coerentes e condizentes com o estilo de vida que se quer alcançar é necessário.


Quando o assunto é alimentação, vale repensar e evitar o consumo, sobretudo, de alimentos industrializados, ricos em corantes, conservantes, açúcar, farinha e sal, além de embutidos. A especialista explica que tais opções são extremamente prejudiciais para a saúde.


A falta de exercício físico é outro hábito que vai contra as orientações de uma vida saudável. “O sedentarismo é fator de risco para várias doenças e a privação de sono também. Todos esses hábitos levam a um declínio na saúde física e mental”, diz.


Além disso, Maira ainda cita possíveis complicações psíquicas relacionadas à falta de positividade: “Aumenta as chances de sentir os sintomas da depressão, da ansiedade e de fobias”.


15 dicas de saúde

Por fim, Maira aproveita para listar 15 dicas de saúde que vão ajudar a transformar hábitos rumo a uma maior qualidade de vida e bem-estar:


  • Primeiramente, não viva só para o trabalho;

  • Além disso, tenha uma vida social ativa;

  • Faça o que gosta;

  • Procure novos hobbies;

  • Agradeça o privilégio de estar vivo;

  • Ria mais;

  • Beba água;

  • Movimente-se;

  • Planeje suas refeições;

  • Evite industrializados;

  • Abandone vícios;

  • Esteja cercados de pessoas de boas energias;

  • Medite;

  • Busque dormir sempre no mesmo horário;

  • Diminua o tempo de tela, sobretudo, ao final do dia.

Fonte: Maira Peron, médica integrativa da equipe Nutrindo Ideais, especialista em terapia neural, homotoxicologia, ozonioterapia, ortomolecular e metabolismo esportivo com base em ortomolecular


* https://vitat.com.br/


Divulgação:



Orla praia da Imbetiba / Macaé / RJ

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page