• Jornal Esporte e Saúde

Dia da Fibromialgia será lembrado com evento de conscientização online


Congresso será realizado nos próximos dias 12 e 13

Foto: Arte / reprodução internet.


Comemorado a cada 12 de maio, o Dia Mundial da Fibromialgia alerta à população sobre a doença e seus impactos social e econômico. Em Macaé, a data também é lei (4.692/2020) e faz valer direitos como vagas de estacionamento e filas preferenciais destinadas a aqueles que sofrem dessa síndrome. A conscientização sobre o tema será pauta do 1° Congresso Internacional sobre Fibromialgia para pacientes, médicos, demais profissionais de saúde e área jurídica, que acontece de forma online, nas próximas quarta e quinta-feira (12 e 13). As inscrições e mais informações podem ser obtidas no site: www.congressofibromialgia.com. O primeiro dia de evento será gratuito. Segundo Jorge Luis da Silva Ramos, que é macaense, líder e delegado voluntário da região sudeste da ANFIBRO (Associação Nacional de Fibromiálgicos e Doenças Correlacionadas), na próxima quarta-feira (12), participará do Grande Expediente na Câmara Municipal de Macaé para falar sobre a doença. “Os fibromiálgicos do município estarão, até quarta-feira (12), fazendo postagens, vídeos e relatos para conscientizar a população sobre o que é a síndrome. E o congresso vai abordar questões do direito à saúde e direitos sociais do cidadão no que tange à dignidade da pessoa com deficiência. Como direitos, podemos citar, também, a lei estadual 8.581/2019, que institui o Programa Estadual de Cuidados para as pessoas com Fibromialgia, e que é de autoria do prefeito Welberth Rezende”, observa o delegado da ANFIBRO. Fibromialgia – Jorge Luis ressalta que é preciso estar atento aos sintomas e sinais como, dores generalizadas e recidivas, sensibilidade ao toque, síndrome do intestino irritável, sensação de pernas inquietas, dores abdominais, queimações, formigamentos, dificuldades para urinar, cefaleia, cansaço, sono não reparador, variação de humor, insônia, falta de memória e concentração e até mesmo distúrbios emocionais e psicológicos, a exemplo de transtornos de ansiedade e depressão. * Jornalista: Carla Cardoso \ Prefeitura de Macaé\Secretaria de Comunicação Social\Coordenadoria de Jornalismo.


Patrocinado:










11 visualizações0 comentário