• Jornal Esporte e Saúde

Defesa civil de Trajano orienta população sobre incêndios essa época do ano


DEFESA CIVIL DE TRAJANO ORIENTA POPULAÇÃO SOBRE INCÊNDIOS ESSA ÉPOCA DO ANO)


O alerta vem mais uma vez como forma de chamar a atenção para um problema comum nesta época do ano: as queimadas. Quem sinaliza é o secretário municipal de Defesa Civil de Trajano de Moraes, Egmar Pecly Neto. Em junho deste ano, a Defesa Civil Municipal chegou a lançar uma campanha nas redes sociais da prefeitura solicitando a população mais cuidada neste período. Em pouco menos de uma semana, o município registrou e incêndios: um em Serra das Almas e outro em Tapera. A proporção foi pequena, por conta da agilidade dos agentes que contaram com o apoio do Corpo de Bombeiros. O secretário, Neto, justifica as queimadas pela falta de chuvas e a baixa umidade relativa do ar. “Isso aumenta os focos de incêndio nessa época do ano. A Defesa Civil de Trajano de Moraes vem realizando através de monitoramento e alertas nas redes sociais oficiais da prefeitura um trabalho de conscientização. Desde que foi dada a largada para a chegada do inverno os trabalhos praticamente dobraram”, comentou. Outro problema comum são as queimadas à beira de rodovias. Em situações como essas, o indicado segundo o secretário, é o condutor estacionar o veículo um pouco distante do incêndio e manter o pisca-alerta ligado. “Essa orientação é a mais correta. A gente explica assim para evitar que algum mal aconteça”, explicou. Neto alerta ainda que com a estiagem, característica normal no período de inverno, a prática tende a aumentar em todo município, apesar do tempo úmido alguns dias por conta da baixa temperatura. Mas, devido ao período de estiagem, as queimadas em áreas de vegetação seca se tornam um risco eminente. Nesse período a vegetação começa a ficar seca, e qualquer contato com algo em combustão, provoca fogo com uma grande capacidade de alastramento e de queima. “Sugiro que em caso de queimadas a Defesa Civil seja acionada urgentemente. E no caso de dúvida, os profissionais podem auxiliar. Há relatos de pessoas que acreditam poder controlar o fogo em áreas de vegetação, mas o problema é que o fogo se alastra rapidamente e pode acabar se tornando um ‘dantesco’ e consumir uma propriedade inteira”, explicou. O fogo para limpeza de terrenos, queima de lixo, fogueiras, queimadas para fins agrícolas não autorizadas e até mesmo balões por conta da época de festas também aparecem na lista de causadores dos incêndios em rodovias. “Aqui em Trajano a gente não tem índice de incêndio com balões como nos grandes centros a exemplo, do Rio de Janeiro e São Paulo. Mas temos índices de queimadas criminosa e acidental”, concluiu.

DEFESA CIVIL DE TRAJANO ORIENTA POPULAÇÃO SOBRE INCÊNDIOS ESSA ÉPOCA DO ANO


* Prefeitura de Trajano de Moraes.



23 visualizações0 comentário