• Jornal Esporte e Saúde

Curso "Elas por Elas" abre edição especial para servidoras municipais


Foto arte: Reprodução internet


O projeto de educação jurídica popular "Elas por Elas" inicia no próximo dia 14 uma edição especial somente para as servidoras municipais. A capacitação em direito das mulheres tem como objetivo formar multiplicadoras da informação. Os encontros acontecerão às quartas-feiras de setembro, outubro e novembro, de 14h às 16h30, no bloco D da Cidade Universitária. Para se inscrever é necessário preencher o formulário acessando o link aqui. A ação é uma parceria entre a Secretaria de Políticas para Mulheres e o curso de Direito da Universidade Federal Fluminense (UFF), através do Núcleo de Pesquisa e Extensão em Direito das Mulheres. O curso contará com material de formação e diversas convidadas que discutirão temas como “Mulher e o Meio Ambiente do Trabalho”, “Discriminação e Preconceito”, “A História da Luta das Mulheres no Brasil”, “Saúde da Mulher, Cuidados e Serviços da Rede de Atenção”, “Mulheres, Direitos Humanos e Sistema de Justiça”, “A Mulher e a Divisão Sexual do Trabalho” e “Artes para Elas”. A aula de abertura “Violência contra a Mulher e as Relações Familiares” será mediada pela secretária de Políticas para Mulheres, Jane Roriz. Segundo dados do Dossiê Mulher 2021, a maior parte das mulheres vítimas de violência (60,3% ou cerca de seis a cada dez) possui algum grau de familiaridade com seus agressores. Segundo Roriz, a violação dos direitos reflete diretamente na saúde da mulher, provocando baixa autoestima e até desestímulo para o trabalho, o que nos permite compreender que esse processo não acontece de forma isolada. “A violência afeta a vida das mulheres como um todo, de modo individual e em sociedade. Por isso a informação se faz tão importante, já que é uma ferramenta para o acesso à justiça e à garantia de direitos. O nosso objetivo é que este curso seja uma contribuição para a compreensão da importância desses direitos e dos meios necessários para garantir seu cumprimento”, destaca Roriz.

* Jornalista: Cris Rosa \ Prefeitura de Macaé


Divulgação:





3 visualizações0 comentário