top of page
  • Foto do escritorJornal Esporte e Saúde

Conselheiros municipais de políticas culturais são empossados em Macaé



Os conselheiros eleitos pela sociedade civil e os nomeados pelos órgãos do poder público tomaram posse na noite desta quinta-feira (17) no Conselho Municipal de Políticas Culturais de Macaé (CMPCM) para o biênio 2023/2025. Após a cerimônia de posse, na Rinha das Artes, foi realizada a eleição da mesa diretora do Conselho. O prefeito Welberth Rezende participou da posse.

- Estamos reformando o Teatro Municipal, o prédio da Emart, o Conselho é fundamental para a construção da democracia, os alunos da Emart apresentaram aqui um espetáculo, vim demonstrar meu respeito e apreço ao conselho, o trabalho de vocês é fundamental, vocês entregam seu tempo para a cultura – destacou o prefeito Welberth Rezende, comentando que no aniversário da cidade, 25 novos equipamentos públicos foram entregues para a população e o governo trabalha para entregar a reforma da Emart em dezembro. Emart é a Escola Municipal de Artes Maria José Guedes.


O secretário de Cultura, Leandro Mussi, ressaltou que música, dança, teatro, literatura, artes visuais, cinema, artesanato, gastronomia, arquitetura e outras manifestações culturais, juntas, perpetuam o brilho da chama criativa de Macaé.


- A cultura é a alma de uma sociedade e é através dela que construímos nossa identidade. Perpetuamos nossas tradições e abrimos novos horizontes. Cada passo de dança, cada peça de roupa, cada página escrita, cada pincelada, cada manifestação folclórica, cada prato elaborado é um tijolo na edificação do patrimônio que compartilhamos com a comunidade, neste sentido, a presença e participação ativa dos membros do conselho é fundamental para moldar o futuro cultural de Macaé – analisou Leandro Mussi.



Além do prefeito e do secretário de Cultura, a mesa da cerimônia contou com a participação da vereadora Iza Vicente e do representante da secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, Maxwell Vaz. “A cultura é fundamental. Ela exerce também o papel de economia em todos os municípios, estado e país, as pessoas geram renda através desses espaços de cultura e cabe aos governos apoiar”, observou Maxwell.


A vereadora Iza Vicente, que tomou posse como conselheira representante do Poder Legislativo, apontou a importância do conselho. “Os membros investem seu tempo para ajudar a construir políticas públicas de cultura para a cidade, vamos juntas e juntos”, expressou.


Emart evidencia talentos da arte



A cerimônia nesta noite começou com a comemoração de 20 anos da Escola Municipal de Artes Maria José Guedes. Alunos cantores do curso técnico de canto fizeram quatro apresentações e a turma de teatro técnico, que se forma este ano, apresentou uma das cenas do espetáculo, baseada na obra Esperando Godot, de Samuel Becket, um trabalho de estudo performático em teatro e dança, dirigido e orientado por Cláudia Byspo.


Criada em 2003, a Escola Municipal de Artes Maria José Guedes, vinculada à secretaria de Cultura, teve seu início com o curso técnico em artes cênicas com ênfase em Montagem de Espetáculos. Neste mesmo ano, foi criado o Conservatório Macaé de Música, atualmente denominado Curso de Música da Emart. Em 2005, a Emart ganhou uma sede definitiva em dois andares do Centro Macaé de Cultura.


Atualmente a escola atende 560 alunos de música, teatro e pintura com a direção da atriz, coreógrafa e diretora de teatro Cláudia Byspo. "A Emart completa 20 anos em dezembro, registrando durante esse tempo, um trabalho ímpar na formação de profissionais para o mercado da arte e da cultura", enfatizou Cláudia.


Os cantores alunos da Emart que se apresentaram foram: Elias Fernandes, que cantou Nella Fantasia; Lee Stirm, interpretando We are the Champions; Jones Rodrigues, Pais e Filhos e Jéssica Leão, What´s up?.


Eleição foi realizada dia 4 de agosto


A eleição dos conselheiros ocorreu no dia 4 de agosto de 2023, das 8h às 19h, na Rinha das Artes, localizada na Rua Dr. Julio Olivier, n° 633 – Centro - Macaé- RJ. O processo de apuração das urnas foi transmitido ao vivo e publicado na página oficial da Secretaria Municipal de Cultura, no instagram (https://www.instagram.com/secretariadeculturademacae).


Quanto aos representantes do poder público municipal indicados para composição do Conselho Municipal de Políticas Culturais, ficaram nomeados como conselheiros: da Câmara Municipal, a vereadora Izabella Vicente e como suplente, o vereador Michel Arthur Faria Vicente. E os membros das secretarias: de Cultura (quatro representantes, Conceição de Maria Pereira Alves Rosa, Leandro Barbosa Mussi, Claudia Gonçalves Nespoli Ribas Lemos e Vitor Guilherme Batista Balbi).


Da Secretaria de Educação, foram dois os representantes: titular Regina Jorge Lelis e suplente Nelma Rubin Gonçalves Dias. Da Secretaria de Desenvolvimento Social, também dois representantes: Jorge Luis da Silva Ramos e Jerry Pereira dos Santos. Da Secretaria de Saúde: Gabriela Neves Nogueira Cruz e Rosiane Leite Guimarães.


Da Secretaria de Meio Ambiente: Gleice Esteves Moreira Possati e como suplente Rodolfo Luiz Pinto da Silva. Da Secretaria de Governo, Fernando Augusto Aguilera Amorim e como suplente Mahisa Freire Gáspio Santos. Da Procuradoria, Pablo Ribeiro Dias e suplente Sandra Cristina Medeiros Barreiros.


A lei 4.446 de 2018 criou o Conselho Municipal de Políticas Culturais. O CMPCM tem por objetivo propor diretrizes, discutir, acompanhar, desenvolver e fomentar em âmbito do município de Macaé, o incentivo de ações culturais inclusivas no campo da fruição estética e da participação da pessoa com deficiência nas políticas e programações culturais, a implantação das políticas e programas direcionados à difusão cultural e à participação popular nos projetos que contemplem as manifestações em todas as suas vertentes.


Conselho promove políticas públicas voltadas à atividade cultural


O Conselho Municipal de Políticas Culturais de Macaé (CMPCM) tem como diretrizes avaliar, normatizar, deliberar, fiscalizar, promover e acompanhar ações e políticas públicas voltadas à atividade cultural a partir de iniciativas governamental ou em parceria com agentes privados, sempre preservando o interesse público; apresentar propostas à elaboração do Orçamento Municipal vinculadas à cultura; propor a criação de políticas de financiamento e incentivo das atividades culturais e socioambientais, além de aprovar os planos, programas e projetos culturais do município.


Além disso, ele incentiva a geração, difusão e democratização do conhecimento estimulando a produção cultural em todas as suas formas de manifestação; incentiva estudos e pesquisas de natureza artístico-cultural; acompanha e fiscaliza a implementação das políticas, programas, projetos e ações do poder público na área cultural; define critérios e aprova os projetos culturais da iniciativa privada que receberão incentivos ou recursos financeiros do poder público municipal.


Entre as atribuições também está realizar reuniões públicas e fóruns para tratar de assuntos de cultura; estimular a criação de redes para produção, divulgação e distribuição dos produtos culturais locais; propor políticas e ações de apoio ao artista amador, valorizando os talentos locais; identificar e cadastrar as entidade e grupos que atuem na área cultural e receber consultas e opinar sobre as demandas de entidades da sociedade ou de órgãos públicos.


Foram eleitos os seguintes representantes da sociedade civil:


● Segmento cultural: artes plásticas - Luiza Monteiro de Stavale (conselheira titular);

● Segmento cultural: artesanato - Andrea Coutinho e Silva Teixeira (conselheira titular) e Rosangela José Moreira Ballares (conselheira suplente);

● Segmento cultural: audiovisual - Marcelo Atahualpa Moreira Lopes (conselheiro titular);

● Segmento cultural: cultura urbana - Fernando Soares Ramos (conselheiro titular);

● Segmento cultural: literatura - Pavel Zanesco Ferreira (conselheiro titular);

● Segmento cultural: música - Hélio da Silva Júnior (conselheiro titular) e Leonardo Schwab Pires (conselheiro suplente);

● Segmento cultural: patrimônio - Ruben Gonçalves Almeida Pereira (conselheiro titular) e Fabio Marinho Oliveira (conselheiro suplente);

● Segmento cultural: produção cultural - Gilberto Alves (conselheiro titular);

● Segmento cultural: teatro - Luiz Claudio Lelis (conselheiro titular).


* Texto: Janira Braga / Fotos: Maurício Porão / Comunicação Macaé


Divulgação:



Luciana Perfumes e Presentes / 22 99824-9701 / Macaé / RJ





5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Kommentarer


bottom of page