• Jornal Esporte e Saúde

Comprovante de vacinação será obrigatório para entrar em locais de uso coletivo

Decreto publicado no Diário Oficial determina que, a partir de 1º de setembro, carioca terá que comprovar pelo menos a primeira dose para acessar academias, cinemas, teatros, museus e outros ambientes


Eduardo Paes / (Tomaz Silva/Agência Brasil).


Rio - O prefeito Eduardo Paes publicou nesta sexta-feira (27), no Diário Oficial do Município, um decreto que determina que a população deverá mostrar o comprovante de vacinação para acessar determinados ambientes fechados, como teatros, cinemas, academias e museus. O comprovante pode ser através da caderneta de vacinação em papel, entregue no ato da vacinação contra a covid-19, ou pelo aplicativo ConecteSUS, que também mostra o status da imunização. O decreto passa a valer a partir de 1º de setembro.


Quem não tomou as duas doses da vacina poderá acessar os ambientes, desde que comprove que tomou a primeira, e que ainda aguarda a data da imunização final.


Os locais determinados pela prefeitura são:


- academias de ginástica, piscinas, centros de treinamento e de condicionamento físico e clubes sociais; - vilas olímpicas, estádios e ginásios esportivos; - cinemas, teatros, salas de concerto, salões de jogos, circos, recreação infantil e pistas de patinação; - atividades de entretenimento, exceto quando expressamente vedadas; - locais de visitação turísticas, museus, galerias e exposições de arte, aquário, parques de diversões, parques temáticos, parques aquáticos, apresentações e drive-in; - conferências, convenções e feiras comerciais.

O comprovante de vacinação também será obrigatório para a realização de cirurgias eletivas em unidades de saúde públicas e privadas. Além disso, beneficiários do Cartão Família Carioca e pessoas que pleitearem a inclusão no programa também devem apresentar o comprovante de vacinação, sob risco de ter o benefício negado.

O decreto prevê que a produção, ou comercialização de documentação falsa de vacinação contra a covid-19 receberá infrações.

* https://odia.ig.com.br/.

2 visualizações0 comentário