top of page
  • Foto do escritorJornal Esporte e Saúde

Compras de Natal: confira dicas para evitar golpes no comércio eletrônico

Reclamações do tipo costumam subir nesta época do ano


Compras on-line aumentam risco de golpes / Reprodução


Com a proximidade das festas de fim do ano, a busca por presentes e acessórios começa a se intensificar. No entanto, é preciso que os consumidor tenha atenção redobrada para não sofrer golpes em compras na internet.


Em varejistas virtuais, é possível que os compradores sejam enganados de diferentes maneiras. Existem as entregas de produtos que não são condizentes com seus respectivos anúncios, compras concretizadas, mas produtos nunca enviados, clonagem de cartões, entre outros golpes que acontecem em compras on-line.


A reportagem entrou em contato com a Proteste, que é a maior associação de consumidores da América Latina, para entender melhor as contestações dos associados. De acordo com a organização, o número de reclamações é mais expressivo em janeiro, em decorrência da compra de produtos em dezembro do ano anterior.


Já o Instituto de Segurança Pública do Rio de Janeiro, que faz levantamentos de crimes no Estado, coloca os golpes em compras on-line dentro da categoria ''estelionato''. Este tipo de crime, de modo geral, apresentou forte crescimento nos últimos anos.


Em 2020, foram registrados 40.635 na Região Metropolitana do Rio. Em 2021, esse número subiu para 58.625, representando um 44,3% de aumento. Já em 2022, o número chegou a 99.733 registros, totalizando 70,1% de aumento. Contando apenas a capital fluminense ou todo o estado o Rio, os números segue praticamente a mesma proporção.


* https://odia.ig.com.br/economia/Saulo Junior


Divulgação:



Luciana Perfumes e Presentes / 22 99824-9701 / Macaé / RJ



7 visualizações0 comentário
bottom of page