• Jornal Esporte e Saúde

Coleta de pneus prossegue em Macaé


Trabalho é contínuo e acontece em aproximadamente 70 borracharias do município

Foto: João Barreto - Arquivo Secom


A Secretaria de Ambiente, Sustentabilidade e Proteção Ambiental segue atuando com o Programa Municipal de Coleta e Destinação de Pneus. O trabalho contínuo acontece em aproximadamente 70 borracharias do município semanalmente, através do caminhão Papa-Pneus. O cronograma segue as rotas centro, norte, sul e serra, e também atende demandas de coleta fora da rota (empresas, terrenos e residências) solicitadas mediante contato com a equipe da Secretaria de Ambiente. A iniciativa visa a proteção do meio ambiente através da destinação ambientalmente adequada dos pneus inservíveis do município. O horário é geralmente no turno da manhã, mas sem dias específicos para cada bairro, pois as rotas são executadas conforme as demandas da semana. Em alguns bairros com maior quantidade de borracharias, há coleta semanal. Em outros, com menos demanda, o trabalho é realizado a cada 15 dias. Os interessados podem solicitar o recolhimento através do contato eletrônico com a Secretaria de Ambiente (sema@macae.rj.gov.br). Quem quiser incluir uma borracharia no atendimento também pode pedir por meio do mesmo e-mail. Em atendimento à legislação, a Prefeitura de Macaé e a Reciclanip (entidade sem fins lucrativos criada pelos fabricantes de pneus novos, por meio da ANIP-Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos para implantar a logística reversa no Brasil) estabeleceram um convênio de cooperação mútua. O objetivo é desenvolver ações conjuntas e integradas, visando a proteção do meio ambiente através da destinação ambientalmente adequada dos pneus inservíveis do município. O pneu inservível é um objeto que retém água, gerando risco ao meio ambiente e à saúde pública. Se abandonado ou disposto inadequadamente exposto à chuva se torna criadouros de vetores de doenças, como o mosquito Aedes Aegypti – transmissor da Dengue, Zika vírus e Chikungunya. Por isso, conforme a Secretaria de Ambiente, se faz necessário disciplinar o descarte e destinação ambientalmente adequados desse material - ressaltando a importância e responsabilidade do consumidor, comerciante e borracheiro neste processo, já que estão na ponta do ciclo de vida dos pneus.

* Jornalista: Joice Trindade \ Comunicação Macaé


Divulgação:






15 visualizações0 comentário