• Jornal Esporte e Saúde

Cocô de cachorro: qual a importância de sempre recolher as fezes durante o passeio?


No passeio, é preciso recolher o cocô de cachorro para evitar doenças e sujeira na rua

Foto: Reprodução internet


Recolher o cocô de cachorro durante o passeio é um ato de cidadania e a oportunidade de inserir os pets cada vez mais na sociedade. Passear com cachorro ao ar livre é sempre muito divertido e saudável para o pet, mas não recolher fezes do animal é, além de uma falta de respeito com os pedestres, um fonte de inúmeras doenças - para cães, outras espécies de animais e até para os humanos. Recolher as fezes de cachorro é fundamental para viver em sociedade e é essencial saber qual a importância desse ato.


Deixar o cocô de cachorro para trás suja a cidade e é desrespeitoso com os cidadãos


Quem já passou pela situação de pisar em um cocô de cachorro enquanto estava andando na rua sabe como é desagradável. Você precisa parar para limpar seu sapato sujo, se atrasa para os compromissos e fica irritado pelo resto do dia, além de deixar um cheiro não muito agradável. Quando o tutor não recolhe o cocô de cachorro, todos os outros cidadãos correm o risco de passar por esse constrangimento.


Além disso, as fezes deixam a cidade suja e com mau cheiro. Outro problema é a poluição da água. Quando chove, o cocô de cachorro pode parar em rios, lagos e lagoas. Ou seja, esse comportamento traz problemas para os moradores da cidade e para o meio ambiente.


Fezes de cachorro podem transmitir doenças


Mesmo que seu cachorro seja bem cuidado e esteja com as vacinas em dia, ele não está livre de contrair alguma doença. Além de sujar a cidade e ser um problema para os cidadãos, o cocô de cachorro pode ser fonte de inúmeras patologias. O contágio pode acontecer pela ingestão ou pelo contato com fezes de animais contaminados. As doenças mais comuns são as verminoses, que ficam no intestino dos cães e são expelidas nas fezes.

Cachorros que estejam passeando na rua podem se contaminar com os dejetos largados nas calçadas. Além disso, não são só os cachorros e outros animais que podem se tornar vítimas dessas doenças. Muitas delas, como a Parvovirose canina, se classificam como zoonoses, isto é, doenças que podem contaminar humanos e vice-versa. Nos humanos, o contágio pode se dar não pelo contato direto com as fezes, mas por objetos e alimentos contaminados. Dentre as doenças mais comuns estão:

  • Parvovirose canina: doença viral grave que causa vômito, diarreia e desidratação;

  • Bicho geográfico: atinge geralmente crianças que brincam descalças em parques e praias;

  • Giárdia canina: uma doença parasitária que se aloja no trato gastrointestinal;

  • Toxocaríase: um tipo de verminose que quando atinge o homem pode causar cegueira;

  • Tênia : uma verminose que vive fora do trato gastrointestinal e pode causar anemia e diarreia;


Você deve usar saquinhos para recolher fezes de cachorro durante os passeios

Foto: Reprodução internet


Como recolher fezes de cachorro?


Não recolher o cocô de cachorro é um perigo para os animais e para toda a população. Por isso, muitas cidades até estabelecem multas para os tutores que deixam os dejetos de seus animais de estimação na rua. Se você quer saber como recolher as fezes de cachorro, separamos algumas dicas para fazer de maneira correta:


Saquinhos para recolher fezes de cachorro biodegradável: vendidas em pet shops, os saquinhos biodegradáveis são melhores que as sacolas de plástico - material demora a se decompor, prejudicando o meio ambiente. Caso a sacola plástica seja sua única opção, tudo bem, importante é recolher as fezes. Mas assim que possível, invista em saquinhos para recolher fezes de cachorro biodegradável. É uma maneira simples e ecológica de cuidar do meio ambiente e da sua cidade. Ah, e lembre-se sempre de ter saquinhos extras, caso seu pet faça suas necessidades mais de uma vez.


Pá para recolher fezes de cachorro: na hora de recolher o cocô de cachorro, é importante ter cuidado para não entrar em contato e recolher tudo sem deixar nada. Por isso, a pá para recolher fezes de cachorro é uma ótima opção. Ela é prática, higiênica e ajuda a colocar o cocô de cachorro no saquinho sem sujeira.


Como descartar as fezes de cachorro?


Além de saber como recolher fezes de cachorro, saber como descartar é muito importante. Não adianta nada usar os saquinhos para recolher fezes de cachorro se apenas jogá-lo na rua, próximo a bueiros e terrenos baldios. O ideal é jogar as fezes de cachorro no vaso sanitário, para ser tratada pelo sistema de esgoto. Você também pode jogar no lixo, mas prefira as lixeiras de lixo orgânico. Além disso, lembre-se de amarrar bem o saquinho para evitar que se rompa.


A limpeza do cocô de cachorro também deve ser feita em casa


Além de recolher o cocô de cachorro durante o passeio, é importante recolher em casa também. Muitas vezes estamos ocupados e deixamos para limpar depois, achando que não tem problema. Mas, se seu cachorro estiver com alguma doença, os dejetos em casa também podem ser uma forma de contaminar as pessoas que vivem nela. Além disso, deixar o cocô de cachorro muito tempo exposto no ambiente do seu lar contribui para o mau cheiro e deixa o local sujo. A limpeza das fezes do cachorro deve ser feita diariamente para deixar sua casa sem sujeira e livre da exposição a possíveis doenças.


* Redação: Maria Luísa Pimenta \ https://www.patasdacasa.com.br/


10 visualizações0 comentário