• Jornal Esporte e Saúde

Cidade Universitária em Macaé sedia First Lego League



Alunos de sete a dez anos da Escola Municipal Professora Eda Moreira Daflon, Escola Estadual Municipalizada Jacyra Tavares Duval, Colégio Municipal Professora Maria Letícia Santos Carvalho e Escola Municipal Paulo Freire, de Macaé e da Escola Estadual Municipalizada Dom Bosco e Escola Municipal João Bento Duarte, de Rio das Ostras, participaram neste sábado (30), na Cidade Universitária, da First Lego League.


Neste ano, a temática abordou a importância das atividades físicas na aprendizagem e na vida cotidiana. De acordo com a coordenadora do programa InovareAprender, a designer educacional da Secretaria de Educação, Luemy Ávila, os alunos foram estimulados a desenvolver trabalhos que incentivam atividades físicas e esportes, de forma divertida e também pensando em planejamento de espaço.


Os alunos criaram com os legos trabalhos de peças dentro do tema, relacionando com ciência e tecnologia, engenharia, artes e matemática. “Sempre com soluções que apresentam estímulo à atividade física, principalmente neste período pós-pandemia, mostrando brincadeiras para recreio com atividades saudáveis”, detalhou Luemy. No evento, alunos de robótica da Escola Municipal Paulo Freire apresentaram um robô autônomo com kit mindstorm. O trabalhou destacou soluções das missões temáticas do cargo conect, que enfoca a movimentação de forma sustentável, com logística humanitária e solidária, focando também em melhor aproveitamento do tempo.


O aluno da Escola Estadual Municipalizada Jacyra Tavares Duval, Pedro Cordeiro, de nove anos, exibiu um castelo colorido montado para a liga. Já Helen Costa da Silva, de 11 anos, aluna da Escola Municipal Paulo Freire, expos um spike, um robô montado para executar tarefas.


- Fazemos a programação no computador e levamos ao robô ev3 através de um cabo ou microchip sd - explicou Matheus James, de 14 anos. Outro robô foi criado pelo aluno Bernardo Nunes, de 11 anos, do Colégio Maria Letícia. “Ele está pronto para fazer as missões”, observou.


Aluna da Escola Municipal João Bento Duarte Neto, de Rio das Ostras, Gabriela dos Santos, de onze anos, citou que o projeto do seu grupo demonstra um parque onde são praticadas atividades físicas. “Eles brincam, se divertem e no final há até a aferição do ritmo cardíaco”, acrescentou.


Leoni do Nascimento, de sete anos, da Escola João Bento, de Rio das Ostras, mostrou na First Lego o rádio que ele montou. “Gostei muito de vir a Macaé participar da liga”, apontou.


A First Lego League é um evento internacional e todo ano apresenta uma temática de preocupação global para uma melhor qualidade de vida e melhorias coletivas. A First Lego encoraja a ciência e a tecnologia entre os jovens, apresentando pesquisa e propostas de solução.

* Texto: Janira Braga \ Fotos: Moisés Bruno \ Comunicação Macaé


Patrocinado:








25 visualizações0 comentário