• Jornal Esporte e Saúde

Centro de Formação Artística promove Oficina “A Verdade do Palhaço”


A Oficina será ministrada pela equipe da Escola de Palhaçaria AristoClowntas Foto:Divulgação


A Escola de Palhaçaria AristoClowntas realiza nesta terça, dia 8, no Centro de Formação Artística de Música, Dança e Teatro, em Rio das Ostras, às 14h, a Oficina “A Verdade do Palhaço: Palhaçaria com Técnicas Teatrais”.


Criada pelos professores da Escola e com uma metodologia própria, a Oficina traz a construção do palhaço por meio do autoconhecimento. Não é apenas para quem quer ser palhaço ou para quem trabalha com artes em geral. A Oficina é voltada para as pessoas que queiram se conhecer mais e se descobrir.


Embora a oficina seja de palhaçaria, se tornar palhaço é apenas uma consequência da metodologia aplicada. A prioridade é o autoconhecimento, pela valorização e autoaceitação.


A aula é uma atividade em grupo que requer a percepção do outro. O aluno aprenderá a usar sua capacidade interpessoal para lidar com a plateia, estabelecendo uma identificação e despertando um carisma necessário para transmitir sua arte e criar uma comunicação.

Na questão intrapessoal, exige que o participante tenha um grande conhecimento sobre si mesmo, desenvolvido uma vez que seu instrumento de trabalho é ele próprio.

No momento em que o aluno entra em contato com seu mundo interior, pode administrar também seus próprios sentimentos, identificando-os e iniciando um processo de enriquecimento pessoal.


A Escola propõe intensos encontros com exercícios de autoconhecimento, jogos teatrais e técnicas de palhaçaria que impulsionarão as atividades, onde o importante é sair renovado de um encontro onde a troca de experiências com muita generosidade e verdade será o ponto principal.


De acordo com a Escola, a opção pelo teatro e palhaçaria se deve a serem essas as duas maiores e mais completas manifestações artísticas do ser humano. A fusão dessas duas artes trabalha na íntegra com a sensibilidade, a exposição e estímulos para mente e corpo. É de demasiada importância que o indivíduo aprenda a administrar seus sentimentos e emoções e usá-los não só em cena como em sua própria vida.

* ASCOMTI Rio das Ostras



1 visualização0 comentário