• Jornal Esporte e Saúde

Bullying em Macaé é tratado nas escolas



O tema bullying será destaque do segundo semestre letivo junto aos alunos do 1º ao 9º ano, Educação de Jovens e Adultos e Ensino Médio. Macaé segue a Lei 13.663/2018, que inclui entre as atribuições das escolas a promoção da cultura da paz e medidas de conscientização, prevenção e combate a diversos tipos de violência. Professores e equipes pedagógicas se capacitaram para implementar ações e solução do problema, assim como a orientação de pais e familiares, para identificar vítimas e agressores.


As escolas iniciaram na terça-feira (30) debates em reuniões com abordagem sobre o projeto político pedagógico e como o bullying será destacado. Os oito conceitos de bullying foram apresentados: físico, psicológico, moral, verbal, sexual, social, material e virtual, além da Lei 13.185/2015.


A legislação prevê o combate ao bullying nas escolas, definindo que a prática consiste em "atos de violência física ou psíquica exercidos intencional e repetidamente por um indivíduo ou grupo contra uma ou mais pessoas com o objetivo de intimidar ou agredir, causando dor e angústia à vítima".


Entre as escolas que realizaram a reunião pedagógica está a Letícia Peçanha Aguiar (Centro). Cerca de 50 professores participaram da atividade, que teve como foco central o projeto "Bullying não tem graça". Os profissionais de ensino debateram situações que envolvem o tema, a importância da prevenção, a prática, a emissão e recebimento de mensagens, além da lei.


De acordo com a diretora, Renata Beliene, o assunto e outras ações que fazem parte do projeto político pedagógico da unidade serão trabalhados com os 413 alunos. "As próximas atividades na escola serão o Dia da Família e a palestra sobre dislexia com a fonoaudióloga Hilda Dias", ressalta.


Outro espaço que também evidenciou o bullying foi o Colégio Municipal Maria Letícia Santos Carvalho. Na terça-feira (30), professores da unidade que funciona no Novo Cavaleiros também debateram o assunto e participaram de estudo de metodologia ativa para adequação à abordagem da Base Nacional Comum Curricular (BNCC).


O Colégio Maria Letícia recebeu, no último final de semana, a 9ª edição do Kolirius Internacional de Grafite e está se preparando para o Sábado da Família na Escola, no dia 17 de agosto. Ainda no segundo semestre, será promovido o projeto Arquibancada, que destaca talentos, valores e cidadania .




* Comunicação Macaé/Texto: Joice Trindade/Foto: Bruno Campos.








2 visualizações0 comentário