• Jornal Esporte e Saúde

Brasil goleia Belarus e vai às quartas de final do Mundial de Futebol de Areia

Precisando de uma vitória para avançar na competição, seleção faz a sua parte, triunfa por 5 a 0 e fica com a segunda colocação do grupo C. Senegal será o adversário nesta quinta às 9h


O Brasil entrou em campo para enfrentar Belarus pressionado. Depois de perder para a Suíça nos pênaltis na estreia e vencer El Salvador com dificuldade na segunda rodada, a seleção não podia pensar em derrota nesta terça em Moscou. A pressão parece ter surtido efeito. Com uma atuação convincente, o time comandado pelo técnico Gilberto Costa tratou de bater os bielorrussos por 5 a 0, avançando às quartas de final da Copa do Mundo de Futebol de Areia.


Segundo colocado do grupo C, o Brasil encara Senegal na quinta-feira às 9h com transmissão da Globo e do SporTV. Os outros confrontos das quartas serão Suíça x Uruguai, Taiti x Japão e Rússia x Espanha. Os gols brasileiros nesta terça foram marcados por Lucão (dois), Rodrigo, Edson Hulk e Mauricinho.


Rodrigo comemora o primeiro gol do Brasil — Foto: Octavio Passos/FIFA

Rodrigo abre o placar

O Brasil não demorou a abrir o placar. Com menos de três minutos jogados, Rodrigo ganhou disputa de bola com o goleiro Mahaletski e mandou para o fundo do barbante. Dois minutos depois, o árbitro marcou tiro livre direto para Belarus ao apontar jogo perigoso de Lucão próximo ao gol brasileiro. Na cobrança, Mão pegou a bola chutada por Hapon.

Aos seis, Catarino tabelou com Rodrigo, que tentou finalizar de chaleira. Atento, o goleiro bielorrusso fez a defesa. Aos poucos os times foram cadenciando o ritmo e as chances de gol foram se tornando mais raras. Somente aos 11, Edson Hulk serviu Filipe, que finalizou em cima de Mahaletski de frente para o gol no último momento de emoção do primeiro tempo.


Datinha disputa bola com defensor bielorrusso — Foto: Octavio Passos/FIFA

Edson Hulk amplia

O segundo tempo começou movimentado, com Mauricinho tendo a primeira oportunidade aos 30 segundos. Pouco depois, Mahaletski evitou o segundo gol de Rodrigo. Aos dois minutos, porém, não teve jeito. Em linda jogada individual, Edson Hulk colocou um marcador para dançar e chutou forte para fazer 2 a 0.


Mesmo com a vantagem, o Brasil seguiu buscando o ataque. Aos cinco, Lucão finalizou rente ao poste. Aos nove, foi a vez de Mauricinho arriscar uma bicicleta e mandar rente ao travessão. Um minuto depois, Mahaletski derrubou Luis Henrique dentro da área. Pênalti. Na cobrança, o goleiro bielorrusso pegou o chute do brasileiro.


Só que, segundos depois, Mahaletski cometeu nova penalidade e foi expulso. Dessa vez Lucão cobrou com perfeição para fazer o terceiro. Ainda deu tempo para Lucão marcar mais um e definir o placar do segundo tempo em 4 a 0.


Lucão comemora o seu gol de pênalti — Foto: Octavio Passos/FIFA

Mauricinho amplia

Mesmo fazendo muitas experiências na equipe preservando alguns titulares, o Brasil tratou de ampliar o marcador no terceiro tempo. Em bela jogada individual pela direita, Mauricinho ganhou na corrida do goleiro Ustsinovich e tocou com categoria para marcar o quinto. A partir de então, coube à equipe comandada por Gilberto Costa apenas administrar o resultado até o apito final.


Mauricinho arrisca a bicicleta — Foto: Octavio Passos/FIFA

Belarus: Mahaletski, Bokach, Drozd, Kanstantsinau e Ryabko. Reservas: Ustsinovich, Novikau, Hapon, Piatrouski, Akulich, Hardzetski e Kliashchuk. Técnico: Nico.


Brasil: Mão, Catarino, Luis Henrique, Mauricinho e Rodrigo. Reservas: Alisson, Filipe, Lucão, Edson Hulk, Datinha, Rafa Padilha e Zé Lucas. Técnico: Gilberto Costa.

* Por Redação do ge — Moscou.

3 visualizações0 comentário