• Jornal Esporte e Saúde

Brasil é tetracampeão da Copa do Mundo de Beach Tennis

Time Brasil BRB venceu a Itália na decisão e comemorou nas areias de Copacabana


Time Brasil BRB celebra o título da Copa do Mundo de Beach Tennis (Fotos: Marcello Zambrana, DGW, Divulgação)


Rio de Janeiro (RJ), 10 de outubro de 2021 - O Time Brasil BRB escreveu mais uma página vitoriosa na história do Beach Tennis. Neste domingo, a equipe verde e amarela conquistou o tetracampeonato da ITF Beach Tennis World Cup, a Copa do Mundo da modalidade. Com os quatro títulos, a equipe igualou o número de conquistas da Itália, justamente a adversária na decisão disputada em Copacabana, no Rio de Janeiro (RJ).

A campanha brasileira beirou a perfeição no mundial. Em confrontos contra seis nações ao longo da campanha, o time dirigido pelo italiano Alex Mingozzi não perdeu partida alguma. Na fase de classificação superou México, Venezuela e Alemanha por 3 jogos a 0. Depois, passou pelo Chile (3 a 0), Rússia (2 a 0) e na final ganhou da Itália por 2 a 0, com as vitórias nas duplas femininas e masculinas.

O time das mulheres do Brasil foi o primeiro a entrar em quadra. Se de um lado as italianas contavam com a número 1 do mundo, Giulia Gasparri, e a parceira Ninny Valentini (7ª), do outro as anfitriãs Rafaella Miiller (2ª) e Marcela Vita (12ª) mostraram que tinham um forte aliado: a torcida que encarou a chuva do início ao fim do jogo e não parou de incentivar. Foi com essa energia que a dupla brasileira encaminhou o triunfo com tranquilidade por duplo 6/3, superando as adversárias que haviam sido derrotadas apenas duas vezes em 32 partidas neste ano.

"É muita emoção. Temos uma equipe muito forte e unida. Somado a isso, jogamos aqui em casa, com essa torcida maravilhosa, que trouxe uma energia diferente. Estou muito emocionada e feliz pelo que fizemos", comemora Rafaella Miiller.

Jogando com o favoritismo a favor no jogo das duplas masculinas, André Baran (6º) e Vini Font (8º) não decepcionaram. Apesar de bastante equilibrada, os donos da casa foram mais cirúrgicos nos pontos cruciais da partida e fecharam o duelo em duplo 7/5, levando a torcida ao êxtase no Rio de Janeiro.

"A gente merece demais esse momento, somos campeões de novo. Sou grato a toda a nossa equipe e a todos os brasileiros. Com chuva ou com sol, eles torceram demais e deram aquele algo a mais para nós nos momentos decisivos", celebra Baran.

Equipe sub-18 do Brasil (Foto: @eliezeresportes, Divulgação)


Equipe júnior fica com o vice-campeonato mundial

O Time Brasil BRB sub-18 terminou o ITF Beach Tennis World Cup com o vice-campeonato da categoria. Na manhã deste domingo, a equipe nacional protagonizou um duelo de altíssimo nível contra a Itália, que conquistou o quinto título em seis edições da competição juvenil no mundial.

Nas duplas femininas, a jovem gaúcha Isadora Trusz fez a estreia na competição justamente na decisão, e não sentiu o peso do confronto. Ao lado de Vitoria Marchezini, elas superaram Giulia Renzi e Elena Francesconi por 6/0 e 6/2. No confronto masculino, os italianos começaram melhor, mas o Time Brasil BRB mostrou força para reagir e levar ao super tie-break. A vitória ficou com os europeus Luca Andreolini e Niccolo Gasparri por 6/3, 6/7 e 10-5 sobre Giovanni Cariani e Daniel Mola. As duplas mistas seguiram o mesmo roteiro, com a esquadra azurra levando a melhor: Damino Rosichini e Giulia Renzi venceram Marchezini e Cariani por 6/2, 2/6 e 10-7.

Essa foi a sexta edição do mundial com a participação das categorias juvenis. Agora o Brasil soma quatro vice-campeonatos e dois terceiros lugares.

Torneio amador reúne mais de 900 atletas

Nesta semana, o Rio de Janeiro se tornou a capital mundial do Beach Tennis. As areias de Copacabana foram tomadas por praticantes da modalidade de todos os níveis. Paralelo à disputa da Copa do Mundo, foram realizadas também competições do Circuito Nacional Amador.

Ao todo, foram mais de 900 atletas competindo nas diferentes categorias, com a disputa das categorias por idade valendo para o Circuito Nacional Infantojuvenil e para o Circuito Nacional de Seniors da Confederação Brasileira de Tênis (CBT). Também houve torneio de classes A, B e C, valendo para a classificação da CBT.

"Saldo mais positivo é impossível. No momento que conseguimos propor à ITF trazer esse evento para a América do Sul e realizamos um evento dessa magnitude, isso só corrobora que o trabalho foi bem feito. Vamos celebrar tudo o que aconteceu aqui e continuar trabalhando para nos próximos anos realizamos eventos ainda melhores. Entendemos como uma responsabilidade da CBT trabalhar para desenvolver cada vez mais o beach tennis, assim como o tênis em cadeira de rodas e o tênis", destaca o presidente da Confederação Brasileira de Tênis, Rafael Westrupp.


A Confederação Brasileira de Tênis tem o patrocínio do BRB, Patrocinador Master do Tênis do Brasil, da Wilson, da W A Sport, do Grupo La Pastina e da Maniacs Roupas Esportivas. Apoio do Comitê Olímpico do Brasil (COB) e Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB).


* Comunicação CBT.



3 visualizações0 comentário