top of page
  • Foto do escritorJornal Esporte e Saúde

‘Boom’ das redes sociais e teletrabalho impulsionam a busca por procedimentos estéticos faciais

Foto: Divulgação


Um dos receios do paciente na hora de realizar esta cirurgia é devido ao método utilizado. Com um auxílio de um pequeno martelo, o osso é fraturado, o que resulta em um longo tempo de recuperação, além de inchaços e hematomas.


Entretanto, os avanços tecnológicos também permitiram que as técnicas fossem refinadas. É o caso da rinoplastia ultrassônica, que consiste no uso de um aparelho que, por meio de vibrações, permite ao cirurgião remodelar o osso e realizar a fratura nasal necessária para o procedimento de forma menos traumática. A nova metodologia é utilizada no Brasil há pouco mais de três anos por alguns cirurgiões plásticos.


“Com a rinoplastia ultrassônica, o paciente não fica mais tão inchado ou com hematomas e a recuperação é bem mais rápida. A principal vantagem da rinoplastia ultrassônica é a de preservar estruturas importantes, como cartilagem, mucosa e vasos sanguíneos presentes na região e por ser muito mais precisa do que o método tradicional. Além disso, a recuperação é mais rápida e confortável para o paciente”, ressalta a médica que utiliza rotineiramente a tecnologia nas cirurgias realizadas na Clínica da Face.


Sobre a Clínica da Face


Fundada em 2003 e com sede em Uberlândia, Minas Gerais, a Clínica da Face é especializada em todos os procedimentos estéticos, funcionais e reparadores da face, entre eles cirurgias de alta complexidade com técnicas inovadores, bem como aplicação de toxina botulínica, preenchimentos, entre outros.



* Matheus Rotas C




2 visualizações0 comentário
bottom of page