• Jornal Esporte e Saúde

Bolsa Alimentação: prefeitura esclarece dúvidas


Representantes da Educação participam de entrevista na FM 101

Foto: Arte / reprodução internet.


Para esclarecer dúvidas sobre a Bolsa Alimentação, representantes da Secretaria de Educação participaram, nesta segunda-feira (19), do programa Fala Zezé Abreu, na FM 101. A secretária adjunta de Atenção Básica, Andréa Carvalho, informou que a equipe identificou cerca de mil e 200 famílias com problemas nos dados cadastrais, de um total de 42 mil alunos matriculados na rede municipal de ensino. A secretária acrescentou que as famílias podem procurar, também, o diretor de sua escola, por meio dos telefones disponibilizados no site da prefeitura ou ainda pelo e-mail: bolsa.alimentacao.macae@gmail.com e através de mensagens pelo telefone (22) 99925-0520. “A equipe com 12 profissionais responde, em média, cinco mil emails por dia. Temos responsabilidades jurídicas, por isso, não podemos realizar o depósito em contas que estão com inconsistências de dados”, explicou Andréa. Durante a entrevista, alguns exemplos foram citados sobre alunos que ainda não receberam o depósito de R$ 200 do Bolsa Alimentação: alunos que realizaram a pré-matrícula no site, mas não efetivaram a matrícula na escola; estudantes matriculados em fevereiro, porém, ainda não constam no sistema; CPF registrado na matrícula diferente do documento apresentado na conta bancária; contas de aplicativos financeiros e não contas correntes ou poupanças de instituições bancárias; conta salário não é aceita. O pagamento da Bolsa Alimentação foi realizado em lotes específicos nos últimos dias 15 e 16. De acordo com a superintendente administrativa da Secretaria de Educação, Simone Viana, o auxílio de abril será pago até o fim do mês, conforme as correções dos dados. Os alunos alocados na terceira etapa da pré-matrícula receberão o auxílio a partir do mês de maio, por meio de abertura de conta. A Bolsa Alimentação visa garantir a segurança alimentar dos alunos para compensar os efeitos da falta de oferta de merenda escolar durante a situação de emergência. A ajuda ocorre, exclusivamente, em razão da disseminação do novo Coronavírus, podendo ser revogada a qualquer momento, de acordo com a retomada das atividades escolares regulares ou com a conveniência.

* Jornalista: Tatiana Gama \ Prefeitura de Macaé\Secretaria de Comunicação Social\Coordenadoria de Jornalismo.


Patrocinado:






4 visualizações0 comentário