• Jornal Esporte e Saúde

Bloqueios sanitários prosseguem em Macaé



Prossegue neste sábado (20) e domingo (21) a fiscalização nos bloqueios sanitários, que funcionam 24 horas em Macaé. Quem precisa entrar no município deve apresentar documentos que comprovem a necessidade. O objetivo é intensificar as medidas de combate ao novo Coronavírus. A ação restritiva de entrada na cidade funciona no Trevo de acesso ao Parque de Tubos, antes do Terminal Urbano, no sentido Rio das Ostras-Macaé; na Rodovia RJ-168 (antes do acesso à BR-101); na Rodovia Amaral Peixoto em Cabiúnas (em frente ao trevo de acesso a Carapebus), além da estrada do Imburo (acesso da BR-101) e na região serrana no Portal do Sana e Trevo dos 26.



Neste sábado (20), a Secretaria de Saúde regulamentou através da resolução nº 002/2021 o funcionamento da ação em pontos estratégicos do município de Macaé, conforme autorização para instalação prevista no artigo 4º do Decreto Municipal nº058/2021.O parágrafo 2º da resolução destaca que "as barreiras sanitárias funcionarão, exclusivamente, para bloqueio da entrada de pessoas no Município de Macaé". Para entrada, devem ser apresentados documentos legíveis, de forma física ou virtual, ao agente municipal que estiver atuando no local e vai verificar a autenticidade da documentação apresentada.



Para a moradora de Campos e servidora pública, Ana Gabriela Pereira, a barreira é de suma importância. "A prevenção e o distanciamento social são essenciais neste momento. Todos que moram em outras cidades devem ter consciência de entrar em Macaé, somente por necessidade comprovada", destaca. A ação conta com servidores que estão trabalhando no sistema de rodízio nos pontos de bloqueio e é realizada pelas Secretarias de Saúde, Ordem Pública e Mobilidade Urbana, tem apoio da Guarda Municipal, Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Guarda Ambiental, Defesa Civil, Secretaria Adjunta de Turismo e Secretaria de Infraestrutura.

Quem pode entrar – Só podem entrar em Macaé os moradores do município, com a devida comprovação de residência; trabalhadores autônomos e/ou contratados de empresas ou órgãos públicos sediados no município, devendo ser comprovado o vínculo empregatício e/ou contratual; estudantes de instituições localizadas no município, com a devida comprovação de matrícula; entregas somente para endereços em Macaé, com comprovante através de nota fiscal, sendo proibida a passagem para entregas em outros municípios.

Os passageiros que utilizam o transporte intermunicipal também passam pela triagem dos agentes. Além desses casos, apresentando a documentação, também podem entrar na cidade as pessoas que têm compromissos legais e/ou médicos em Macaé, devidamente comprovados e somente para os casos de consulta/procedimentos em pacientes oncológicos; consultas de pré-natal; audiências em tribunais; atendimentos em órgãos públicos. Em todos estes casos, o cidadão deve apresentar a comprovação do agendamento do serviço ou a citação/intimação no caso de ações com a Justiça.

Também terão prioridade para entrada no município , os seguintes casos: veículos de emergência (tais como ambulância e congêneres). Ressaltando que só ingressarão ambulâncias provenientes do município de Macaé, salvo as ambulâncias com autorização expressada da central de regulação de vagas de Macaé; veículos oficiais em serviço (desde que devidamente identificados), com destino para Macaé, ficando proibida passagem de veículos com destino para outros municípios além de profissionais da área de Saúde e Segurança.

A documentação exigida está estabelecida nas Resoluções 002/2021 e 001/2021 que regulamenta o funcionamento no município, divulgada no Diário Oficial do Município e no Portal da Prefeitura desde o dia 12 deste mês.

* Jornalista: Joice Trindade \ Fotos: João Barreto.

Prefeitura de Macaé\Secretaria de Comunicação Social\Coordenadoria de Jornalismo.

Patrocinado:








8 visualizações0 comentário