• Jornal Esporte e Saúde

Blitz Educativa divulga ações preventivas para o feriado


Objetivo foi alertar quanto às regras e leis de trânsito

Foto: Guga Malheiros\reprodução internet


Esse vai ser um Carnaval bem diferente do que os foliões estão acostumados por conta do Covid 19. Sem festas e aglomerações, o bloco da folia terá que se contentar com essa pausa forçada e aproveitar o feriado de outra forma, descansando. Mas, mesmo sem Carnaval, o feriado foi mantido e sempre é bom lembrar que a prevenção é a melhor maneira de evitar acidentes nas vias públicas. Para reforçar essas noções de segurança no trânsito e alertar sobre os perigos do álcool e direção, neste início de feriadão, a equipe da Coordenadoria de Educação para o Trânsito foi para as ruas levar as ações da Blitz Educativa.


A atividade da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana foi realizada na Avenida Atlântica (Praia dos Cavaleiros), nesta sexta-feira (12), das 11h às 15h, e teve participação do movimento Motivados Pelo Autismo – Macaé (Mopam) e das Secretarias de Desenvolvimento Social, Direitos Humanos e Acessibilidade, Saúde, Ordem Pública e Adjunta de Turismo. Medidas sanitárias de distanciamento por conta da Covid-19 foram seguidas por todos durante a ação.


O objetivo foi alertar motoristas, motociclistas, pedestres e ciclistas que se deslocavam nesse início de feriado, quanto às regras e leis de trânsito e cuidados essenciais na segurança viária. Alguns condutores estavam sem o cinto de segurança e material de retenção para crianças, além de motociclistas que não utilizam a viseira de proteção do capacete.


“Essa abordagem é muito importante no início do feriado. Além das medidas preventivas que evitam os acidentes viários, reforçamos a ideia de que direção e álcool não combinam. As pessoas podem aproveitar esse período de descanso, mas com respeito aos outros e às leis de trânsito. E, nada melhor do que fazer essa abordagem educativa, lembrando que as medidas preventivas são o melhor caminho para se evitar acidentes viários e termos um trânsito mais seguro”, pontua o secretário de Mobilidade Urbana, Jayme Muniz.


O secretário ressalta que a Blitz Educativa não tem objetivo de aplicar as penalidades previstas no Código de Trânsito Brasileiro (CTB) e, sim de alertar os motoristas quanto às medidas que podem evitar acidentes de trânsito. Multas só são aplicadas como último recurso de sensibilização para o condutor que não respeitar a regulamentação vigente.

Durante a ação, o secretário de Turismo, Fernando Amorim, lembrou que o turismo consciente será a diretriz de trabalho da pasta em todas as ações do governo municipal.


“O objetivo principal é levar a conscientização para os riscos de acidentes de trânsito, num período como esse. Nossa ação é rotineira e agora com foco maior e ampliado por conta do feriado, reforçando o tema do ano da Resolução do Contram que é de ‘No trânsito, sua responsabilidade salva vidas’. O objetivo é abordar e educar”, lembrou o Coordenador de Trânsito, engenheiro Fabiano Lima.


O coordenador de Políticas Sociais da Secretaria de Desenvolvimento Social, Direitos Humanos e Acessibilidade, Matheus Vandré, sofreu um acidente automobilístico que o deixou paraplégico. “Participar dessa ação é uma forma de lembrar às pessoas que o corpo tem seus limites. Eu sofri esse acidente aos 24 anos porque estava voltando do trabalho e não respeitei os limites do meu corpo, do cansaço. Por isso, acho importante estar aqui passando isso para outros condutores, principalmente os jovens”, frisou.


Os vereadores Luiz Mattos e Professor Michel e representantes do gabinete do vereador Cesinha, presidente da Câmara Municipal, também estiveram presentes à ação.


- Durante as abordagens, os condutores aprovaram a ação educativa. A motociclista e técnica de laboratório, Daniele dos Santos, foi parada pelos agentes de trânsito para que utilizasse a viseira do capacete. “Vocês estão certos. Saí do serviço agora e não coloquei por conta da pressa. É bom isso que vocês estão fazendo”.


A costureira Claudiceia Gonçalves também aprovou a abordagem da equipe da Coordenadoria de Trânsito. O filho dela estava no banco de trás na cadeirinha adequada. “Essas ações são muito boas. Despertam a consciência de quem tem pouca”.


O engenheiro de segurança aposentado, Luiz Ricardo, estava em companhia da esposa. Ele gostou da abordagem não só em relação ao trânsito, mas também pela Secretaria de Saúde, que reforçou a importância dos cuidados e prevenções de higiene contra a Covid 19, quando se entra nos veículos. “Acompanho diariamente as informações sobre o contágio da doença na cidade, por meio do covidímetro divulgado pela prefeitura. Meu irmão teve a doença no Rio”.


* Jornalista: Catarina Brust/Prefeitura de Macaé\Secretaria de Comunicação Social\Coordenadoria de Jornalismo.


Patrocinio:



2 visualizações0 comentário