• Jornal Esporte e Saúde

Batalhão de Ações com Cães: em Macaé 50% das obras concluídas


Prefeito destaca fortalecimento da segurança pública de Macaé


O prefeito Welberth Rezende se reuniu nesta quinta-feira (10), no gabinete, com o Subcomandante do Batalhão de Ações com Cães (BAC), tenente-coronel Vagner Ferreira e o Comandante da Companhia Destacada, capitão Renato Vidal. Motivo: conversar sobre o andamento das obras do BAC, que estão 50% concluídas no Parque da Cidade, na Praia Campista. O secretário de Ordem Pública, Alan Oliveira, também participou do encontro.


De acordo com o comandante da Companhia Destacada - ligada ao Batalhão, que é subordinado ao Comando de Operações Especiais - capitão Renato Vidal, a previsão de inauguração é em fevereiro. A obra é fruto de convênio de responsabilidade do Estado e Prefeitura.


- O Batalhão de Ações com Cães é importante do ponto de vista geográfico e do ponto de vista estratégico para combater o crime. Estamos fazendo a obra com bastante carinho para a sociedade, para os policiais e para os cães que vão atuar na unidade - destacou o prefeito, citando a localização de Macaé dentro do Estado do Rio como tática.


Welberth comentou que o Parque da Cidade, onde o BAC está sendo construído, passará por revitalização com concha acústica e área para pequenos shows; campo de futebol; campo de vôlei e pista de corrida. “Teremos também parquinho para crianças, área de skate de 1,4 mil metros quadrados, campo sintético, campo de areia para futvôlei, pista de atletismo oficial e ciclovia. Um local para toda a família ter momentos de lazer e de exercícios físicos”, resumiu.

O prefeito ressaltou a parceria com o Governo do Estado, que garante o primeiro Batalhão de Ações com Cães fora da capital. “Macaé passará a ser referência de Batalhão de Operações com Cães”, garantiu.


Obras estão na fase de acabamento

Segundo o secretário de Obras, Felipe Bastos, os trabalhos agora estão na fase de acabamento, com colocação de piso, o que acontece após o levantamento de alvenaria, instalação de blocos, alojamento e abrigo dos cachorros. “O centro cirúrgico, o raio x já estão com laje e concretados”, enumerou Bastos.


Ele confirmou que já foram executados em todos os blocos previstos para a construção os seguintes serviços: fundações, superestrutura em concreto armado, impermeabilizações, alvenarias e coberturas. Na fase atual, estão em andamento os trabalhos de revestimentos de paredes, pisos e tetos, instalações hidrossanitárias, drenagem de águas pluviais, instalações elétricas e esquadrias.

O subcomandante Ferreira representou o comandante do BAC, tenente-coronel Sandro Aguiar dos Santos. Ele salientou que o espaço terá atuação regional e vai abrigar policiais de outras unidades do comando de operações especiais. “A companhia destacada evita desgaste de deslocamento da capital para cá. Vamos abranger Rio das Ostras, Araruama, Campos. Com a equipe aqui, conseguimos atuar de maneira mais eficiente”, explicou o tenente-coronel.

Ferreira detalhou que o BAC é uma unidade subordinada do comando de operações especiais. “Existem outras unidades subordinadas como o Batalhão de Operações Especiais (Bope), o Choque e o GAM e até para operações futuras teremos condição de receber as outras unidades do comando especial para atuar na área. Uma mega operação como da Força do Comando de Operações Especiais da Polícia Militar, por exemplo, a companhia de Macaé vai ter um espaço separado para receber esse efetivo, no BAC, com objetivo de atuar na região”, mencionou, citando o Grupamento Aeromóvel.

O capitão Renato Vidal apontou que são três os campos de treinamento para os cães: de grama, areia e grama sintética. “Temos também piscina para treinar os cães, das raças pastor belga e labrador, que vão atuar combatendo a criminalidade de drogas e armas”, afirmou, acrescentando que o espaço será para 20 cães e de imediato, dez vão ocupar o local. O comandante da Companhia Destacada completou que 60 policiais militares vão atuar no batalhão, todos com cursos habilitados a trabalhar com os cães.

O secretário de Ordem Pública, Alan Oliveira, lembrou que toda a estrutura da secretaria está à disposição no suporte do BAC para garantir mais segurança à população.

O Batalhão de Ações com Cães é composto pelos Blocos Portaria, Administrativo, Dormitório, Clínica Veterinária, Canil e Centro de Treinamento, além das áreas externas destinadas ao treinamento e soltura dos animais.

* Jornalista: Janira Braga / Fotos: Rui Porto Filho / Comunicação Macaé


Divulgação:






Lciana Perfumes e Presentes / 22 99824-9701 / Macaé RJ

4 visualizações0 comentário