• Jornal Esporte e Saúde

Aumento de contágio da covid-19 abre novos leitos e suspende cirurgias eletivas

A Secretaria Municipal de Saúde informou que as decisões serão revistas em encontros semanais



Mais 214 leitos serão reabertos

Foto: Divulgação


Rio - A Superintendência Estadual do Ministério da Saúde no Rio de Janeiro e as secretarias Estadual e Municipal de Saúde do Rio de Janeiro informam que, devido à verificação do aumento dos indicadores de saúde em relação a covid-19, irão suspender, a partir do dia 7 de dezembro, as cirurgias eletivas nos hospitais de urgência e emergência da rede SUS no Rio de Janeiro. Além disso, 214 leitos serão abertos. Nesta tarde, o estado registrou 54 mortes e 485 novos casos em 24h. O número de óbitos chega a 22.028.


* Abertura de leitos nas seguintes unidades:


Hospital Estadual Anchieta (25), Hospital Universitário Pedro Ernesto (45), Hospital São Francisco na Providência de Deus (60), Hospital Universitário Clementino Fraga Filho (25), Hospital Universitário Gaffreé e Guinle (13), Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas, da Fiocruz (36), e Instituto Estadual de Infectologia São Sebastião (10).


As secretarias informaram ainda que haverá manutenção de todas as cirurgias eletivas de alta complexidade, como oncológica, bariátrica, vasculares, ortopédicas e neurológicas.


As medidas foram tomadas em reunião, na tarde desta segunda-feira, reunindo representantes das três esferas de saúde. As decisões serão revistas em encontros semanais entre os órgãos.


Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde informou que o objetivo é ter liberação do maior número de leitos para a covid-19, sem maior impacto para a saúde no estado.


* https://odia.ig.com.br/.

2 visualizações0 comentário