• Jornal Esporte e Saúde

Arão é expulso, Fla empata com a LDU e se classifica na Libertadores

Rubro-Negro empatou por 2 a 2 com os equatorianos e avançou ao mata mata da Libertadores com uma rodada de antecedência


Fla tem Arão expulso, toma virada, mas busca empate heroico e garante classificação

FOTO: ALEXANDRE VIDAL / FLAMENGO


O Flamengo precisava de apenas um empate para garantir a classificação antecipada para a fase de mata mata da Copa Libertadores, e conseguiu, mesmo que de forma mais dramática que o necessário. O Rubro-Negro, que teve William Arão expulso logo no início da partida, empatou em 2 a 2 com a LDU.


O Fla saiu na frente do placar com Pedro, mas os equatorianos viraram com Johjan Julio e Guerra. Gustavo Henrique, nos minutos finais da partida, tratou de empatar e classificar o Flamengo com uma rodada de antecedência.


O Flamengo começou bem e a primeira chance clara de gol foi pelos pés de Gerson. O Rubro-Negro saiu em velocidade e Gabigol recebeu entre os zagueiros da LDU. O atacante limpou a jogada e tocou para o camisa 8, que chegava de trás. Na hora da finalização, porém, Gerson acabou acertando a trave.


Logo na sequência, o Flamengo ganhou um problema enorme. Aos 14 minutos do primeiro tempo, William Arão foi expulso com cartão vermelho direto. O volante tentou alcançar a bola, mas acabou chutando o rosto de Amarilla, que também valorizou o lance.


No entanto, apesar do homem a menos, quem abriu o placar foi o Fla. Em jogada que parecia morta, Pedro trombou duas vezes no alto com os zagueiros da LDU, conseguiu o domínio e finalizou por baixo do goleiro Gabbarini. A bola correu devagar, mas passou pela linha.


A LDU buscou a virada na segunda etapa, em um momento da partida que o Flamengo até jogava bem. Muñoz foi a ponta direita e cruzou para área, Amarrila ajeitou de peito para trás, como pede o manual do centroavante, e Johjan Julio marcou um golaço, estufando as redes após limpar com facilidade o zagueiro Bruno Viana da jogada.


A arbitragem polêmica se tornou ainda mais espalhafatosa quando o juiz se confundiu numa jogada e adverteu, de forma equivocada, Bruno Henrique com o cartão amarelo. No lance, é o lateral Ramon que se estranha com um adversário.


O camisa 27 estava próximo, mas não participou da jogada. O amarelo aplicado de forma errada foi também o terceiro de Bruno Henrique, que agora não enfrenta o Vélez Sarsfield, na última rodada da fase de grupos. Pouco depois, o jogador ainda foi derrubado dentro da área, mas o juiz não marcou pênalti.


E se o jogo já era dramático, a emoção maior ficou para os últimos momentos. Já perto dos acréscimos, Gustavo Henrique subiu mais alto que todo mundo e cabeceou no chão, sem chance de defesa para o goleiro da LDU. O empate heróico garantiu a classificação do Flamengo de forma antecipada para fase de mata mata da Libertadores.


Próximos confrontos


O Flamengo volta a campo pela Libertadores na próxima quinta-feira (27) para enfrentar o Vélez Sarsfield, da Argentina, em disputa direta pela liderança do Grupo G. Antes disso, porém, o Rubro-Negro tem a segunda final do Campeonato Carioca, contra o Fluminense, no sábado (22), às 21h05, no Maracanã.


* Pietro Otsuka, do R7.


Patrocinado:











4 visualizações0 comentário