• Jornal Esporte e Saúde

Apuração nesta terça define campeã do Grupo Especial do carnaval do Rio; veja as regras

Leitura das notas está prevista para começar às 16h, na Praça da Apoteose; g1, Globoplay e TV Globo transmitem ao vivo. Séria Ouro será definida em seguida, também com transmissão do g1.


Praça da Apoteose na Sapucaí — Foto: Reprodução/TV Globo

A campeã do carnaval 2022 no Rio de Janeiro será conhecida na tarde desta terça-feira (26).

O g1, a TV Globo e o Globoplay vão transmitir ao vivo a apuração, direto da Praça da Apoteose, a partir das 16h.

Na sequência, o g1 mostra a apuração da Série Ouro, para saber qual escola subirá à elite do samba.

  • DESTAQUES: Veja quem sobressaiu na primeira noite e quem brilhou na segunda noite

  • SUPERZOOM: Veja as musas das escolas em detalhes

  • FESTA: Liesa inicia venda de ingressos para o Desfile das Campeãs


Fim de Carnaval — Foto: Marcos Serra Lima/g1

O que diz o regulamento

Antes da abertura dos envelopes, por volta das 12h, a Liesa sorteará a ordem de leitura dos quesitos. Essa será a base para os critérios de desempate.


A Liga também vai observar se as agremiações cumpriram as obrigatoriedades do regulamento — como levar um mínimo de 60 baianas e não ter atrapalhado a dispersão — e se desfilaram no tempo permitido. Já se sabe que a Paraíso do Tuiuti, por ter estourado dois minutos, começará com uma punição de 0,2 ponto.


Tal como foi em 2020, este ano são 45 julgadores, cinco para cada um dos nove quesitos avaliados:

  • Alegorias e Adereços;

  • Bateria;

  • Comissão de frente;

  • Enredo;

  • Evolução;

  • Fantasia;

  • Harmonia;

  • Mestre-sala e Porta-bandeira;

  • Samba-enredo.

Em todos eles, serão desprezadas a maior e a menor nota. Assim, cada escola poderá somar até 270 pontos.


O júri deu notas de 9,0 a 10,0, podendo fracionar em décimos.

E se empatar?

A Liesa só admite empate na primeira colocação e desde que as escolas tenham registrado a mesma sequência de subtotais.


Um exemplo: duas agremiações terminaram com 269,9 e perderam um décimo em Bateria — neste caso, é declarado empate.


Mas se uma delas perder esse mesmo décimo no primeiro quesito lido e a outra, no último envelope aberto, o campeonato vai para a segunda. Por isso é sorteada a ordem de abertura dos envelopes.

As maiores e menores notas descartadas não serão revalidadas para o desempate.

Campeãs e rebaixamento

As seis escolas mais bem colocadas voltam para a Sapucaí no próximo sábado (30). A sexta abre a noite, às 22h, e a campeã é a última a entrar. A Liesa já está vendendo ingressos para o Desfile das Campeãs.


A última colocada será rebaixada para a Série Ouro e terá de desocupar o barracão na Cidade do Samba.

Série Ouro

Logo após a proclamação da campeã do Grupo Especial, a LigaRJ dará início à apuração da Série Ouro, cujo primeiro lugar ascende para a elite do samba em 2023. O g1 vai transmitir a leitura das notas.


Na Série Ouro, são quatro jurados, e a menor nota de cada quesito será descartada.

As duas piores escolas caem para a Série Prata e desfilarão na Intendente Magalhães em 2023.

* Por Eduardo Pierre, g1 Rio


Patrocinado:










13 visualizações0 comentário