• Jornal Esporte e Saúde

Apresentações de música e canto marcam em Macaé Mostra Emart



Alunos da Escola Municipal de Artes Maria José Guedes (Emart) participaram, nesta quinta-feira (30), do encerramento da Mostra Emart. Iniciada nesta quarta-feira (29), a programação contagiou o público, entre familiares dos estudantes, visitantes do hall do Teatro Municipal de Macaé e daqueles que circulavam no trecho da Avenida Rui Barbosa. A edição foi marcada pelas apresentações dos estudantes do curso básico e técnico de instrumento musical e canto, além do coral.



O repertório integrou alunos de aulas como percussão, clarinete, flauta, canto, violão, piano, guitarra, canto e violão. Entre as canções que contagiaram a plateia foram: Luisa (Tom Jobim), Vou Vivendo (Pixinguinha e Benedito Larcerda), Romance do Amor (Antonio Rovira), Trevo (Tiago Iorc e Ana Vitória), Santa Morena (Jacb do Bandolin), O Som da Pessoa (Gilberto Gil e Benê Fonteneles) e A Paz ( João Donato e Gilberto Gil).



Esta edição foi a primeira deste ano e realizada após o retorno das aulas presenciais, suspensas em função da pandemia. Na ocasião, jovens integrantes puderam destacar os talentos e os ensinamentos adquiridos nos cursos. Entre eles estava Samuel dos Santos, de 13 anos, que faz aulas de caixa e tantan. O jovem músico confessou estar ansioso, mas orgulhoso da apresentação. “Estou há quatro anos na Emart. Ingressei por amar música e ser de uma família ligada às artes. Amo tudo aqui. Meus professores são maravilhosos e aprendi muito”, contou o estudante do Colégio Municipal Botafogo. Orgulhosa, a mãe Taís dos Santos, fez questão de prestigiar o evento e levar uma amiga para filmar e fotografar a mostra. “Só temos que agradecer, pois a Emart é muito importante para nós”,conta.



A Emart conta com cerca de 20 professores e atende uma média de 600 alunos. Para o Secretário de Cultura, Leandro Mussi, a programação será inesquecível. “A Mostra Emart é uma oportunidade incrível dos nossos alunos se apresentarem e colocarem em prática todo aprendizado que acontece dentro de sala de aula em nossos cursos básico e técnicos de Música. É também uma forma da população da cidade conhecer mais o trabalho desenvolvido pelos professores e alunos da nossa escola, que é um grande celeiro de talentos”, ressalta.

As próximas ações da Emart estão sendo definidas pela coordenação e acontecerão após o recesso escolar, que acontece entre os dias 11 a 28 de julho. A diretora, Sheila Juvêncio, lembrou que essa é a primeira Mostra desde o início da pandemia. “Poder realizar esse evento em formato presencial, após tanto tempo, é uma grande alegria. O trabalho desenvolvido por todo corpo docente e discente é de muita excelência e tenho certeza que todos que assistiram às apresentações puderam ver a potência da nossa escola”, pontua.



“A mostra é o resultado do que os alunos estudaram conosco. É uma oportunidade dada para que possam se familiarizar com o público e apresentar o desenvolvimento da prática e conteúdo teórico oferecidos pela Emart”, destaca o coordenador de Música da Emart, Leonardo Passos.



* Jornalista: Joice Trindade \ Comunicação Macaé


Divulgação:






Amanda Amado confirmada na Festa Junina da Associação de Moradores Muito + Imbetiba

10 visualizações0 comentário