• Jornal Esporte e Saúde

Após primeiro gol, Rafael Moura espera por mais tempo de jogo no Botafogo: 'Me cobro demais'

He-Man fez o gol da vitória do Alvinegro sobre a Ponte Preta, pela Série B do Brasileirão


Lance


Xô, zica! O jejum de 13 jogos sem marcar acabou e Rafael Moura balançou as redes pela primeira vez como jogador do Botafogo. O He-Man fez o da vitória por 2 a 0 sobre a Ponte Preta, neste domingo, pela 16ª rodada da Série B do Brasileirão. Após o duelo, o atacante comemorou.


- Estava muito ansioso. Quem me conhece sabe que me cobro demais. Faltam oportunidades, são 13 jogos e eu tenho jogado sempre 10, 15 minutos, mas entendendo o processo, é necessário porque fiquei 100 dias parado, mas o nome representa, então eu tinha que entrar em forma para ganhar essas oportunidades. Feliz demais com esse primeiro gol, tomara que venha uma sequência maior de minutos jogados e gols também, o atacante precisa estar em campo para demonstrar o seu potencial - afirmou, ao "Premiere".


Com quatro vitórias seguidas no Campeonato Brasileiro, a distância para o G4, que já foi de dez pontos, agora é de dois: Rafael Moura exaltou o trabalho que Enderson Moreira, contratado neste período, fez no vestiário do Glorioso.


- Agradecer sempre ao trabalho do Chamusca, infelizmente alguns resultados não foram da maneira que a gente gostaria e teve essa troca. O Enderson é um cara que conheço muito bom, desde o início da trajetória dele quando era auxiliar no Fluminense, então sou suspeito pra falar. É um cara que gosto e respeito muito, dá forma e padrão ao time. Os resultados deixam claro isso. Ele nos motivou, falou que todo mundo seria importante. Agra temos que aproveitar porque o bom momento nos traz confiança - completou.


* https://esportes.r7.com/lance/.



1 visualização0 comentário