• Jornal Esporte e Saúde

Análise: maduro, Flamengo das Copas confirma vaga e está a dois passos da eternidade

Time é inteligente para controlar tentativa de pressão do São Paulo, diminuir ritmo do jogo e matar eliminatória ainda no segundo tempo com 4 a 1 no agregado

Uma classificação sem sustos de um Flamengo apelidado de “time das Copas” que está a três jogos de fazer história.


A vitória sobre o São Paulo foi protocolar, tal qual foram as classificações diante de Corinthians e Vélez na Libertadores. O time de Dorival Júnior se deu ao luxo de administrar forças para as finais de outubro.

Dorival Junior levou o Flamengo à final da Copa do Brasil — Foto: Wagner Meier/Getty Images

O São Paulo de Ceni esboçou uma pressão inicial. O roteiro do jogo pareceu o da volta das quartas de final da Liberta diante do Corinthians. Mas o Flamengo que sabe ser imponente como visitante também é capaz de ter maturidade para diminuir o ritmo do jogo, fazer valer a maior qualidade técnica e matar a eliminatória. E assim foi!


Jogadores do Flamengo comemoram a classificação diante do São Paulo — Foto: André Durão

O São Paulo até tentou se impor no início do jogo mesmo diante de um Maracanã lotado. Com marcação alta, tirou espaços e esboçou uma pressão inicial que não foi além de cruzamentos de um lado para o outro. O Flamengo soube se defender, mas demorou a respirar.

Com exceção de Filipe Luís, que tentava reter a bola, o time verticalizava as ações e permitia um ritmo intenso que naquela altura favorecia mais aos visitantes. Depois dos 25 minutos, porém, a correria paulista cansou e o jogo ficou à feição para um Flamengo que colocou a bola no chão e fez valer a melhor qualidade técnica.

Já com um ritmo mais cadenciado, o Flamengo girou a bola e não demorou para encontrar espaços. A construção do 1 a 0 foi digna de um golaço: David Luiz achou o passe entre linhas para Pedro escorar e clarear os caminhos para Éverton Ribeiro. O camisa 7 serviu Arrascaeta, que tirou de Jandrei e definiu a eliminatória.

O baque foi grande para um São Paulo que esboçou se mandar ao ataque, mas logo viu que a estratégia seria danosa. Gabigol recebeu na entrada da área e tocou de cobertura para fazer um golaço que Jandrei impediu com uma grande defesa.


Arrascaeta comemora gol do Flamengo sobre o São Paulo

— Foto: Wagner Meier/Getty Images

O Flamengo das copas chegou nas duas finais traçadas por Dorival no início do trabalho, e sem fazer muita força. Agora, é esperar o rival nesta quinta-feira, para as partidas dos dias 12 e 19 de outubro: Corinthians ou Fluminense? Dia 29, em Guayaquil, será diante do Athletico-PR.

* https://ge.globo.com/futebol/Por Cahê Mota — Rio de Janeiro


Divulgação:


2 visualizações0 comentário