top of page
  • Jornal Esporte e Saúde

Lento e nada criativo, Flamengo pouco machuca o Madureira em atuação ruim

Time tem muita posse de bola (66%), mas combinações que empolgaram torcida contra a Portuguesa não se repetem; mexidas foram preventivas, explica Vítor Pereira

O Flamengo esteve muito abaixo do esperado no empate por 0 a 0 com o Madureira nesta quarta-feira, no Estádio Kleber Andrade, em Cariacica, no Espírito Santo. Jogou mal, mostrou-se lento e nada criativo. As últimas substituições de Vítor Pereira também foram questionáveis, mas ele as explicou em entrevista coletiva.

É cedo para se desenhar um cenário de alerta. Após apenas duas semanas de preparação com Vítor Pereira, o time principal entrou em campo duas vezes num intervalo de três dias. Isso com uma viagem no meio. Tais atenuantes, porém, não podem esconder que o Flamengo, apesar de ter sobrado na posse de bola (66%), não machucou o rival.


Arrascaeta, em Flamengo x Madureira — Foto: Jorge Rodrigues/AGIF

* https://ge.globo.com/futebol/Por Fred Gomes — Rio de Janeiro


2 visualizações0 comentário
bottom of page