top of page
  • Foto do escritorJornal Esporte e Saúde

ACM do Ginásio Poliesportivo sofre vandalismo

A Secretaria de Obras agiu prontamente registrando um boletim de ocorrência para investigação / Reprodução/Internet


No último dia 5 de janeiro, o Ginásio Poliesportivo Municipal foi alvo de atos de vandalismo, com danos significativos ao ACM: o Material de Alumínio Composto ou no inglês Aluminum Composite Material, utilizado no revestimento de fachadas. A Secretaria de Obras, ao tomar conhecimento do incidente, agiu prontamente registrando um boletim de ocorrência para investigação.


O vandalismo é um crime passível de punição. De acordo com o artigo 163 do Código Penal brasileiro, aquele que comete atos de vandalismo contra o patrimônio público pode ser detido e multado. A legislação estabelece sanções específicas para quem promove danos materiais a bens de uso comum, como é o caso das chapas de alumínio do ginásio.


O Secretário de Obras, Felipe Bastos, lembrou que: “O ginásio é um patrimônio público e tem sido tratado com o respeito que sempre mereceu durante a reforma. Cabe a toda população zelar pela sua integridade. Os recursos usados também são públicos. Ou seja, devemos sempre pensar nisso quando vemos algo desse tipo acontecer”.


A população é encorajada a colaborar com as autoridades, fornecendo qualquer informação relevante que possa contribuir para a investigação. 


* Prefeitura de Macaé / Secretaria de Comunicação Social / Coordenadoria de Jornalismo


Divulgação:


Macaé / RJ





26 visualizações0 comentário
bottom of page