• Jornal Esporte e Saúde

ABEAVT realiza reunião com o Ministério da Economia


Ariel Leão \ foto: divulgação.


Com a finalidade de representar as empresas que prestam assessoria às vítimas de acidente de trânsito, a ABEAVT – Associação Brasileira das Empresas de Assessoria às Vítimas de Trânsito realizou no dia 27 de maio, uma reunião com membros do Ministério da Economia, com as reivindicações relacionadas à gestão do atendimento no que se refere ao Seguro DPVAT. A entidade atua na defesa e no interesse das vítimas de trânsito, promovendo a busca pela profissionalização da categoria. Durante a transmissão realizada no ambiente online, o Presidente da ABVAT, Ariel Leão e o Vice Presidente, Ademir Veras, relacionou todas os itens necessários a serem colocados em pauta, que se referem às pendências do DPVAT junto a Caixa Econômica. O Ministério da Economia foi representado por Mônica da Silva Rocha, Daniel Góes Cavalcante, Edson Bastos Santos e Fernando Ceschin Rieche.


Como a Caixa Econômica Federal é a responsável pelo serviço de gestão e da operação da indenização, referente ao Seguro DPVAT, o aprimoramento para entada e acompanhamento desse processo são necessários, para que haja clareza em todo trâmite burocrático. A ABEAVT efetuou várias reivindicações junto ao Ministério da Economia, com perspectiva de melhoria sobre a Centralização do pedido do Seguro DPVAT pelo aplicativo, a deficiência no atendimento presencial na Caixa, por não ter um setor específico para o atendimento, a falta de um Serviço de Atendimento ao Cliente 0800, para gerar chamado e até dar baixa em pendências geradas pela gestora, a separação do processo do cadastro, especificando as causas, a falta de um canal de ouvidoria, a falta de uma plataforma de cadastro para pedido de indenização, no portal da Caixa, a inexistência de uma perícia médica presencial, o atraso nos pedidos e a imposição da opção de recebimento da indenização, obrigando a vítima a receber em uma conta digital, sendo a mesma com um limite de R$ 600,00 de movimentação, não cumprindo a Lei 14.075, de 22 de outubro de 2020, citada no contrato da Caixa com a Susep, em seu inciso VI – limite total de ingressos mensais, no valor de até R$ 5 mil.


De acordo com o Presidente da ABEAVT, Ariel Leão, a busca pela profissionalização e o empenho por melhorias no Seguro DPVAT é a meta da entidade, que está atuando junto ao aprimoramento desses processos. “Temos ciência de todos os problemas enfrentados pela gestão atual relacionada ao DPVAT e precisamos, acima de tudo, unir forças para auxiliar todo aprimoramento junto à gestão do atendimento. Quero deixar claro que o nosso objetivo com essa proximidade com o Ministério da Economia, não é intervir nas decisões do governo, mas aprimorar todo andamento relacionado aos trâmites burocráticos do seguro obrigatório. E reforço que com essa reunião, estamos empenhados em acompanhar todas as demandas por melhorias, no aspecto de facilitar para as empresas que atendem as vítimas de trânsito e até mesmo para os beneficiários do seguro”, explicou.

* Karem Soares \ Assessora de Imprensa.


7 visualizações0 comentário